30 de jul de 2013

Costuras da Semana!

Olá!

Eu ainda estou bem longe da minha querida máquina de costura (saudade!) mas, sim, os assuntos costurísticos estão bem perto nos últimos dias!

As compras costurísticas estão acontecendo (viva!) só que eu não consegui organizar as coisas decentemente para postar agora. Olha, se você visse a bagunça que eu e o marido fizemos em nossas malas e aposentos, hihihihih! Prometo mostrar tudo, com informações, ok?

Mais uma vez, deixo fotos das coisas lindas que tenho visto nos últimos dias:


Gentileza pendurada na bicicleta que aluguei: 
"Portas abrem casas e quartos... Afeição abre pessoas e corações."



Desejo de morar na Cath Kidston, rs!

Chegada do Príncipe George comemorada pela cidade.

Pôr-do-sol com chuva e vista linda.

Ah, e eu coloquei uma nova página no ar, sobre a colcha de retalhos!
Você pode ver na barra superior!


Que tal?

Beijos e boas costuras!

25 de jul de 2013

Minha colcha de retalhos - Novos retalhos

Olá!

Já faz um tempo que eu não faço uma atualização da minha colcha, né?!
As novidades que coloquei por último foram do começo do mês, quando a colcha estava assim:

Colcha em 01/07.

Bom, antes de sair de férias, eu produzi muitos hexágonos novos e, quando esta leva ficar pronta, vou montar muitas rosetas de uma vez também. Os novos retalhos que entraram foram estes, que restaram do kit que usei para as capas de almofada:



Estes tecidos lindos são da Eva e Eva, muito macios e gostosos de costurar à mão!
Gostei tanto desse tecido que, se eu precisar comprar tecido estampado para completar o projeto da colcha, já sei qual procurar!

Os próximos da fila serão retalhos azuis que vieram da produção das duas regatas Sorbetto (minha e da Ane) e do vestido Laurel (que está quase pronto):

O azul clarinho é um algodão japonês com toque acetinado que comprei na Mega Artesanal do ano passado. 
Os outros dois são Liberty (#amoreterno).

Diminuí um tanto do meu estoque de tecidos azuis com estes projetos e, de quebra, vou conseguir adicionar mais cor à colcha!

E neste momento, a colcha está assim, com muitos hexágonos prontos me esperando:


E com um tanto de peças na fila para serem costurados:


Ainda tenho um longo caminho pela frente, mas continuo muito animada!

Beijos!

23 de jul de 2013

Costuras da Semana!

Olá!

Mais uma vez este post entra no ar na 3a feira, mas aviso logo que será ainda assim até semana que vem por um motivo especial: estou de férias! Não costurei nada nos últimos dias, meu quartinho de costura está bem longe de mim, só que a costura permanece vivinha na minha cabeça!

Primeiro, aviso que não consegui terminar o vestido que comentei no post da semana passada e que eu tinha planejado trazer na mala. Queria muito ter terminado, ter trazido comigo e até já ter usado... acontece, né?! Enfim, será o primeiro da fila na volta, rs!

Agora, o fim do suspense da semana passada a respeito das blusas. O modelo escolhido é a regata Sorbetto, da Colette Patterns. Gostei do modelo por ter uma construção simples e que acaba dando lugar para estampas bacanas aparecerem. A prega central dá um charme e ela toda tem uma carinha bem 60's.

Esta é a minha peça, que eu fiz para ver se gostava do modelo. Usei um tecido japonês de algodão com toque acetinado que comprei na Mega Artesanal do ano passado. Aproveitei para testar os pontos de acabamento da minha máquina (olha a pesquisa super rendendo frutos) e também para fazer e aplicar viés feito do mesmo tecido, o que é novidade para mim em se tratando de roupas:


 Detalhe da prega e do viés.

Estreei a regata ontem, com direito a tênis e minissaia!
Foto da querida amiga Ane.

Esta é a regata da Ane, que ficou bem diferente da minha só pelo tecido diferente (mais fino e mais estampado) e pelo viés lindo (prontinho com ponto ajour) que contrasta com a blusa:


Detalhe da prega e do decote.

O viés ficou lindo, amei!

Lá dentro, finalizei com ponto de acabamento duplo.

O ponto flexível de acabamento duplo acabou funcionando bem quando passei a não costurar em uma camada de tecido só (como eu fazia no ziguezague, por exemplo). Dobrei para dentro a parte que sobrou de tecido antes de passar a costura. Assim também não aparece nenhum fiapinho.

Olha a presenteada vestindo a regata!

Fiquei muito feliz que ela tenha gostado e que tenha ficado do jeito que ela gosta!
Ah, tenho que admitir que gostei infinitamente mais da regata da Ane do que da minha, rs! A sorte é que eu ainda tenho mais deste tecido, então posso fazer uma destas para mim depois e quem sabe um dia desfilarmos como um par de vasos, hihi!

Para terminar o post, alguns cliques das lindezas que tenho visto nos últimos dias:

Passeios em parques lindos.

Flores por todos os cantos.

Exposições incríveis, com música, moda e arte juntas.

 História e moda.

 Rainha Elizabeth II arrasando no corpão e nos vestidos.

Esta semana vai ter mais post, prometo não demorar para voltar!

Beijos e boas costuras!

16 de jul de 2013

Costuras da Semana!

Olá!

Ontem, já muito tarde, vi que ainda não tinha colocado este post semanal "sagrado" no ar.
Deixei para fazê-lo com calma hoje, melhor do que não fazer, né?!

Já aviso que este post será todo com suspense, diferente dos demais. Terminei alguns projetos lindos, mas que eu ainda não posso mostrar pois têm a ver com um presente que darei para uma amiga muito querida nesta semana, a Ane. Então, cada peça todinha "aparecida" só na semana que vem, rs!

Primeiro, prometi à Ane que faria uma blusa para ela. Estava com as medidas delas anotadas há um tempo e na maior tensão de costurar uma peça de roupa pela primeira vez para outra pessoa. Escolhi um modelo simples, mas muito bonito e que destaca bem estampas que são legais. Como eu queria testar o caimento da peça, fiz uma para mim primeiro, em um algodão lindo japonês de toque acetinado.

A minha blusa...

Aí, já que a minha peça deu super certo, parti para a costura da blusa da Ane. Ela escolheu o tecido um tempinho atrás e eu fiquei encarregada de escolher o que fazer com ele. Só posso dizer que amei o resultado e que a blusa dela ficou até mais bonita que a minha!

...E a blusa da Ane!

Depois do projeto "dois em um", parti para um novo vestido, quero muito terminar essa semana ainda e já sair usando. O modelo é o Laurel Dress, da Colette Patterns e o tecido escolhido é um paisley em azul e verde da Liberty. O que eu estou fazendo é uma mistura destas duas variações do modelo:

Curtinho, com detalhe na manga e soltinho.

Detalhe central com viés e renda.

Gente, que emoção, coloquei manga no vestido sozinha!

Deu para perceber que esta semana foi de mandar ver nos tecidos azuis, né? Não tem jeito, eu sempre volto pros tecidos azuis, rs!

Já a colcha de retalhos continua no mesmo ritmo, estou costurando muitos hexágonos novos. O bom é que os projetos desta semana deixaram retalhos lindos que também virarão hexágonos logo e vão colorir mais a colcha. Saldo de rosetas estampadas até o momento: 26 (de 146).

Ah, na quinta passada eu costurei tanto que nem parei para fazer um post comemorando os 4 meses do blog! Vou considerar então que a comemoração foi com muita costura, rs! Obrigada por estar sempre por aqui, viu?!

E prometo que semana que vem acabo com o suspense todo!

Beijos e boas costuras!

12 de jul de 2013

Livro do Mês - The Liberty Book of Home Sewing

Eu não sei se já declarei diretamente aqui no blog, mas quem me conhece sabe o quanto eu sou louca pela Liberty. Já devo ter deixado várias pistas pelo blog, rs!. Os tecidos, o lugar, a história... Tudo me inspira!

Fachada do tradicional prédio da Liberty em Londres.
Muitos suspiros antes de entrar, rs!

Já tive a oportunidade de ir na loja maravilhosa em Londres duas vezes e os planos são de retornar em breve. Nestas duas visitas, comprei alguns tecidos e peças prontas. Os tecidos que já foram usados eu não tive coragem de descartar sequer um retalho e então, depois de uma folheada no livro "The Liberty Book of Home Sewing", dois projetos me pareceram muito úteis para usar os retalhos mais "ricos" do meu quartinho: o quadro de avisos e a colcha de retalhos. Depois veio a capa para caderno.


Comecei pelo quadro pois, além de ser um projeto rápido, eu usaria apenas algumas tiras de tecido para fazê-lo. Então o que sobrou já foi destinado para a colcha.


Keepsake Board


Meu quadro pronto e em uso.

Foi um projeto do tipo "não tem costura, mas é legal"! Aproveitei uma lousa que eu tinha em casa desde a época do meu Chá Bar, um pedaço de feltro verde que sobrou da toalha para jogos que fiz e por fim, algumas tiras de 5cm de largura do tecido Elysian, o mesmo que foi indicado no livro, só que eu tenho uma outra combinação de cores dele, com fundo claro e flores em tons de rosa e laranja.

Fiquei apaixonada pela Colcha de Retalhos do livro e tenho trabalhado nela todo um dia um pouco, vou sempre contando por aqui.

Traditional Cot Quilt

Minha colcha de retalhos em progresso.

Aproveitando o casório que está por vir de um casal de amigos muito queridos (beijo Carla e Papi!), eu comprei um caderno de receitas e fiz o projeto da capa de livro pra dar um toque especial.

Book Covers

Caderno de receitas encapado.

O livro é lindo, com capa forrada de tecido e muitas estampas lindas por todo lado, lógico. Está dividido em 4 partes: Essenciais, Organização, Luxo e Costura Básica. Dos projetos que fiz, o quadro e a capa estão na parte de Organização e a colcha está no Luxo (concordo, rs).

Além de projetos e imagens incríveis, cada um tem instruções bem detalhadas com ilustrações do passo a passo, além de um "taking it further", para incrementar de alguma forma o projeto inicial.

O item "Essenciais" contem projetos simples e práticos como capas para almofadas, cortinas, sacolas e bolsas, de compras, avental de cozinha, peso para porta, necessaire e pufe.

Em "Organização" tem o quadro de avisos, porta bijuterias/jóias, saco de tecido, capa para tablet ou celular, alfineteiro em forma de pavão (esse eu também quero fazer!) e capa para livro.

No capítulo de "Luxo" estão outras almofadas mais elaboradas, broche em forma de rosa, avental daqueles com babadinhos e um pegador de panelas, quimono, luminária, toalha com aplicação de rosas,  a (minha famosa) colcha de retalhos e outra colcha de Patchwork.

Em "Costura Básica" você encontra explicações sobre equipamentos, aviamentos, dicas para começar um projeto de costura, alguns tipos de barras, acabamentos e tipos de costuras à máquina e à mão. No final tem também um glossário muito bom. Para terminar, um índice dos tecidos usados nos projetos, com uma imagem e alguma explicação a respeito (desde quando está a venda, de que tipo de flores é constituído, qual a inspiração).

Alguns projetos acompanham molde em tamanho real (como os hexágonos para a colcha de retalhos ou as partes do alfineteiro em forma de pavão) e outros possuem medidas que podem ser ajustadas conforme a necessidade (como a capa para gadgets e capa para livro), o que eu acho bem legal!

Para babar e costurar lindamente do começo ao fim!

Eu comprei o meu livro na loja da Liberty em Londres e paguei 20 libras.
Recomendo muito!

Beijos!

Serviço:
The Liberty Book of Home Sewing (em inglês)
Lucinda Ganderton (fotos por Kristin Perers e ilustrações por Richard Merritt)
Quadrille Publishing Ltd.

10 de jul de 2013

Mulheres Prendadas

Olá!

Estava eu programando o que eu colocaria aqui no blog por esses dias quando achei uma boa abordar esse tema: ser uma mulher prendada.

Terminei de ler semana passada a revista Tpm de maio (sim, sempre termino de ler as minhas revistas quando a edição seguinte já chegou na banca. Ou até mais atrasada, como a revista Elle de março que ainda estou lendo, rs), com o tema central de Mulheres Prendadas. Comprei logo que vi na banca, mas deixei para ler em dias mais calmos, pois o assunto realmente me interessa.

Algumas páginas da TPM.

E ver que esse mundo artesanal-craft-costurístico-manual é muito feminino (a Mega Artesanal tinha muito mais mulheres do que homens segundo o meu "data-olhômetro") chamou ainda mais atenção para o assunto.

Enquanto devorava a revista toda, pedi pro marido responder duas coisas. Primeiro, se ele achava que eu era uma mulher prendada. Ele disse que sim. Aí pedi pra ele definir o que é uma mulher prendada. Ele respondeu que é aquela pessoa que sabe fazer várias coisas, todas elas com qualidade, bom gosto e criatividade.

(Ah, e ele brincou que eu poderia incluir vários outros adjetivos positivos terminados com "ade", e também que eu vou terminar a minha colcha de retalhos com muita idade... aff... muito apoio, viu?! Hahahaha!)

De fato, eu sei fazer um tanto de coisas sim. Sou bem minuciosa e acho que aprendi a lidar bem com essa qualidade ao dedicar um tanto do meu tempo às manualidades. Ao longo dos anos aprendi a bordar, fazer crochê, costurar, fazer cupcake e até bolos decorados.

Por outro lado, não sou como a Amélia, aquela que não tinha a menor vaidade. Eu me cuido, no melhor sentido de cuidar bem da nossa morada para poder viver melhor. O marido gostar é consequência.

Mas acho que a questão não se resume só a isso. Ver as várias questões que estão na mente das mulheres como "eu estudei em faculdade de primeira linha, fiz pós-graduação e vários cursos, mas o que eu queria mesmo era me dedicar à minha casa", ou "estudei tanto pra depois ter que saber passar a camisa do marido?", ou ainda "eu quero ter filhos, mas quero focar na minha carreira e ter tempo pra mim"... E por aí vai...

E quando essas mulheres prendadas aproveitam estas habilidades e as transformam em oportunidades de negócio? Eu poderia enumerar várias que eu admiro e conseguiram fazer isso, que bom!

É engraçado e um alívio estar fora do mercado de trabalho há algum tempo e não sentir falta nenhuma do terninho e do escritório. Eu trabalhei em várias empresas, na área de Marketing, sempre me sentindo deslocada e questionando o que eu fazia de errado por não conseguir prosperar. Depois, dando aulas na mesma área, me senti muito melhor e vi mais perspectiva. Mais pra frente, fazendo cupcakes em casa para vender, notei que o contato com as pessoas e vender algo que eu mesma fiz me apetecia muito mais.  

Por isso mesmo, hoje em dia não tenho a menor sensação de ter fracassado (sim, isso rondou a minha cabeça por muitos anos). Estou em casa por opção e sei que essa escolha nem sempre é possível principalmente por questões financeiras, mas não me sinto mal por isso.

Meu marido também é muito prendado, cozinha bem, mantém a ordem na louça e na rotina dos nossos cachorros, realmente não posso reclamar!

Ser uma dona de casa prendada não me fez ficar fora de órbita e, quando estou com pessoas que só falam de trabalho, eu realmente não me esforço para participar da conversa usando exemplos meus de "mil anos" atrás. Falo sobre minha vida como ela é agora, porque sou uma mulher prendada assumida, cuido da minha casa, de mim mesma, do marido, dos meus cachorros e costuro.

Nunca fui tão eu mesma como agora e não posso me prender ao passado. Se eu ainda estivesse de terninho dentro de um escritório, eu teria que deixar a minha porção prendada de lado e isso me deixaria muito infeliz. Porém, quem sabe em algum momento eu escolha uma destas habilidades prendadas para, por exemplo, ter um novo negócio próprio? É uma opção que eu não excluo.

Na verdade, tudo isso que escrevi não é para ser nenhuma dissertação sobre o assunto, já que ele é bem complexo, e sim para cada um de nós poder pensar no seu próprio papel, no que te faz ou não feliz. Eu acho que isso é sempre bom. Aqui eu conto a minha parte apenas.

Luke e eu, costurando minha colcha enquanto assistia Saramandaia.

E você? Se considera uma pessoa prendada?
Transformaria isso em seu principal trabalho?

Beijos!

8 de jul de 2013

Costuras da Semana!

Olá!

Essa semana tenho pouca costura pronta para mostrar, mas vamos lá!

Terminei a outra almofada de Patchwork. Deu um certo trabalho para acertar a máquina para conseguir costurar a manta super grossa que eu usei, mas deu certo!

Olha como ficou:

Olha a pessoa ficando viciada em um quilt à mão, rs!

Segunda capa pronta.

E as duas bonitinhas na sala. Adorei o resultado!

Agora fiquei animada em renovar as outras, devo fazer isso mais pra frente.

A colcha de retalhos continua caminhando bem. Não fiz nenhuma roseta esta semana, mas alguns retalhos que estavam na fila foram cortados e viraram hexágonos. Cortei muitos hexágonos de papel e tenho muitos "sanduíches" prontos para serem costurados. Assim, fazendo bastante de uma vez acaba rendendo mais. Saldo de rosetas estampadas até o momento: 26 (de 146).

Além da Mega Artesanal que visitei na semana passada e já coloquei por aqui como foi, também conheci uma loja linda de tecidos, lá na Casa Verde. Minha amiga Iris me levou na Dona Dani e eu adorei tudo!

Foto: site Loja Dona Dani

A loja é bem tranquila, bem organizada, super bonita e conta com materiais bem diversos, partindo do algodão, da seda, passando pelas rendas e chegando aos tecidos tecnológicos. O atendimento é ótimo!
Como eles recebem muitas visitas de empresas e de estudantes de moda, possuem também um mostruário com todos os tecidos e as respectivas informações de composição, gramatura, cores e etc. para facilitar a pesquisa:


Acabei comprando um tecido lindo de algodão (pois é, meus olhos sempre enxergam mais o algodão do que os outros materiais, rs) dupla face. A parte azul é como um jeans e a parte mais clara é de algodão cru. Os motivos tem uma bordinha linda. 

 
Vai virar vestido, com certeza!

O projeto mais especial da semana foi transformar 10 metros de soft em cobertores para os animais abrigados na UIPA (União Internacional Protetora dos Animais) de São Paulo. Eu e o marido apoiamos o trabalho desta entidade que acolhe, trata, castra e disponibiliza para adoção muitos animais antes abandonados.

Com a chegada do inverno, eles pediram doações de roupas e cobertores para os bichinhos que estão lá e eu vi uma oportunidade de usar meu conhecimento de costura para ajudar. Compramos o soft na Niazi da região da 25 de março uns dias atrás e nesta semana que passou eu cortei e costurei a barra de 20 cobertores.

Costura quentinha em progresso.

Cobertores prontos.

Vamos entregar os cobertores no próximo sábado e quero fazer um post especial sobre a entidade depois. Quem quiser conhecer mais sobre a UIPA desde já, o site é este aqui.

Amanhã é feriado aqui em São Paulo e eu quero aproveitar bastante o dia com o marido e os cachorros. Mesmo com a semana mais curta, a fila da costura continua andando!

Beijos e boas costuras!

Poderá também gostar de:

Related Posts with Thumbnails