31 de dez de 2014

Para 2015


Eu desejo que, em 2015, todo mundo consiga ter tempo para costurar ou para fazer sua manualidade favorita, para fazer a própria comida, para se exercitar e para cuidar da saúde.

Mais tempo para ler e mais tempo para ficar cara a cara com os amigos.

Um tempo para contemplação, seja lá do que for, desde que traga paz.

Tempo para ficar com a família, com os bichos e tempo para conseguir ouvir os próprios pensamentos.

Desejo que o tempo deste ano seja ocupado de forma a não nos exaurir com as obrigações e que a gente não passe vontade de fazer o que nos faz feliz, o que nos define.

Que 2015 seja um ano maravilhoso para nós todos!

Beijos, feliz Ano Novo e boas costuras!

PS: 2a feira estaremos de volta!

30 de dez de 2014

Look do dia - Natal em dobro!

Olá!

Hoje eu vou mostrar os looks que eu vesti na noite de Natal e no dia de Natal de fato.

Mas antes de entrar nesse assunto, preciso contar que neste ano o Natal foi como eu sempre desejei mas nunca tinha ido atrás o suficiente para torná-lo possível. 

Fui ao shopping só uma vez, para comprar apenas dois presentes. Os presentes das crianças menores foram todos comprados em bazares. Não me apeguei em comprar presentes loucamente para o restante das pessoas. Preferi me fazer presente ao invés de comprar presentes.

No dia 24 eu fui para a cozinha logo cedo e preparei tudo o que tinha que preparar, sem correria. Fiz o almoço e, depois disso, eu e o marido (que estava limpando a casa enquanto eu estava na cozinha) tiramos um cochilo bem gostoso.

Tivemos tempo de deixar a casa em ordem e recebemos todo mundo que veio para a ceia com calma. Ceiamos com música "clássica" (que no nosso caso é uma playlist do The Clash!). 

Deixamos a casa em ordem depois que todo mundo foi embora e dormimos até mais tarde. No dia do Natal também fizemos tudo com calma, peguei a sobremesa que eu faço todos os anos (torta de limão siciliano, hummm!) e fui para a casa da minha tia, como acontece desde que me conheço por gente. Como sempre, um dia bom demais!

Meu coração chega a essa época do ano em paz, porque creio que estou no caminho certo para uma vida com mais qualidade, com tempo de aproveitar a companhia das pessoas que eu amo, sem exageros e sem correria.

O primeiro look natalino acabou sendo um reflexo disso tudo. Vestido que eu adoro, que tem um jeitinho mais arrumado. Acessórios que ganhei do marido e que estão sendo usados direto. Sapatos de sonho que não me serviram por um ano inteiro porque meus pés viviam inchados (verão sem pés inchados, te amo!), cabelo curinga que sempre faço para "destampar" o rosto (como fazer aqui), maquiagem inspirada neste vídeo da mais que querida Julia Petit (com quem aprendi praticamente tudo o que sei do assunto). Tudo fácil e à mão.




Vestido: tecido de jersey de viscose comprado na Firenze (rua Augusta), molde do vestido Myrtle da Colette Patterns (EUA).
Sapatos Mary Jane: Christian Louboutin
Anel e brincos: Camila Klein
Batom: mistura do Costa Chic e do Pure Zen (ambos MAC)

No dia do Natal, resgatei o primeiro vestido que fiz com tecido Liberty, com modelo tirado no começo de 2012 de um vestido da Siberian que eu usei tanto que já tinha dado sinais de cansaço. Tem lá seus defeitos de iniciante, mas gosto dele mesmo assim. Tem uma bonita história por trás dele, entende? Nos pés, a irmã clarinha da espadrille preta que eu amo. Brincos de pérola e um dos meus anéis favoritos, que tenho faz tempo.

O cabelo é um daqueles presos que faço de vez em quando para fugir do coque ou do rabo de cavalo nos dias quentes. Não achei exatamente o link deste vídeo da Julia Petit, mas tem uma variação dele  aqui. Maquiagem mínima só pra manter a dignidade, hehehe!


 
 
(disfaça esse grampo aparecendo, rs!)

Vestido: tecido de algodão Liberty, comprado em Londres. Modelo do vestido tirado de uma peça antiga que eu já tinha.
Espadrilha: Cervera
Brincos: Tiffany's
Anel: Camila Klein
Batom: All Fired Up (MAC)

Gostou?
Beijos e boa contagem regressiva para 2015!

29 de dez de 2014

Costuras da Semana!

Olá!

Pois bem, chegamos ao último post de costuras da semana deste ano!

O ritmo das costuras diminuiu em função das festividades e do descanso mas consegui terminar a manta de Patchwork e lá estava ela na sala na noite de Natal:


 
Parti da ideia de manter a mesma ordem dos retalhos do rolinho que comprei. 
Com os triângulos, montei um chevron bagunçadinho!

Um pouco do meu chevron bagunçado, rs!

E o xodó com a etiqueta continua, rs!

Preciso contar que o Luke escolheu o sofá como sua nova cama só por causa da manta, rs! Eu amei!

E continuei a fazer o vestido que vou usar na noite de Ano Novo, terminei na 6a feira. Mais um projeto de fim de ano feito com calma!

Não vejo a hora de usar!

Vestido de piquê creme, pronto para a passagem para 2015!

Detalhe da frente.

Detalhe das costas, com um laço fofo!

E tem também este bolso, que eu nunca tinha feito!

Logo menos eu mostro o look com ele!

Por enquanto é isso!
Beijos e boas costuras!

24 de dez de 2014

Feliz Natal!

Olá!

Eu e a Ana estamos passando por aqui hoje para desejar um Feliz Natal para todo mundo que nos acompanha aqui no blog!

Que o Natal de todos seja especial, gostoso e leve, com a companhia das pessoas que amamos!


Segunda feira que vem estaremos de volta!

Beijos!
Katia e Ana

23 de dez de 2014

Look do dia - Aniversário!

Olá!

Meu aniversário foi na 5a feira passada, mas comemorei com a minha família só no sábado. Desde 3a feira meu vestido estava pronto, o que me deixou livre para dar um cochilo à tarde antes da comemoração e também tive um tempo razoável para me arrumar, uma delícia!

O vestido segue o que pretendia no meu plano de primavera (e que vai se estender pelo verão) de usar roupas que se ajustem ao meu peso nestes tempos, o que tem sido resolvido com roupas modeladas com elásticos.

Faz tempo que estava namorando um vestido com decote de ombro a ombro, quase que o meu último vestido do ano novo foi feito assim.

Quando encontrei esse modelo da Burda americana de julho deste ano (que eu acho que vai sair na edição brasileira de janeiro), eu sabia que iria fazê-lo em algum momento. Era exatamente o que eu estava procurando!

Para estreá-lo, minhas amadas espadrilles pretas e acessórios pretos (inclusive as unhas, rs), aquela combinação de azul com preto que eu amo e que gosto de repetir com peças diferentes. O tecido tem a minha cor favorita como fundo e a estampa é de um colorido super alegre! Para mim foi a combinação perfeita e espero usar muito este vestido!



Eu gosto deste tipo de peça porque eu tenho pouco busto, algum volume nesta parte acaba ajudando a deixar o meu corpo mais proporcional, já que quadril eu tenho para esta vida e para a próxima também, hehehe!

Neste dia, como o elástico do decote dá conta do recado, escondi as alcinhas dentro do vestido. O bom é que fiquei com as duas opções de uso, né?!

Preciso confessar que tiramos as fotos depois que todo mundo foi embora, pois não deu tempo de fazer isso antes que as pessoas chegassem em casa. Isto justifica o vestido com algum amassado (e a minha cara também, rs).

Vestido com decote ombro a ombro: tecido de algodão Liberty (comprado na Britex, em San Francisco), molde do vestido da Burda americana (07/2014) ou da Burda brasileira (01/2015).
Espadrilles: Cervera
Brincos e anel: Camila Klein
Batom: La Vie en Rouge (MAC)

Gostou?
Espero que sim!

Beijos!

22 de dez de 2014

Costuras da Semana!

Olá!

Chegamos na semana do Natal! Eu já estou num clima mais tranquilo há alguns dias, resolvi aproveitar assim esta época do ano e tem sido muito bom!

Na semana passada eu fiz o meu vestido que era meu presente de aniversário. Foi bem fácil de fazer e achei que ficou bem lindo (modéstia à parte, rs). Fiz com calma e terminei na 3a feira, bem antes de usá-lo no sábado, quando comemorei com a minha família.

 

 

Fiz os acabamentos com muito carinho, ficou realmente perfeito por dentro! Enquanto eu ainda estava costurando a peça, o carteiro chegou com uma encomenda muito especial: etiquetas personalizadas que eu tinha mandado fazer na Haco.




Aí o presente ficou mais especial ainda, além de ser para o meu aniversário, foi a primeira peça com esse toque final que eu tanto queria!

Para ver o look do dia, com o vestido "em ação", é só clicar aqui.

A manta em Patchwork ainda não está pronta pois demorei para comprar o tecido que faltava para fazer as bordas e o fundo, mas como quero muito deixá-la pronta para o Natal, acho que semana que vem mostro por aqui!

Terminados os trabalhos do vestido para o meu aniversário, comecei a mexer no vestido para o Ano Novo (pois tem o feriado do Natal no meio, não quis deixar para fazer muito em cima da hora):


Por enquanto é isso!
Beijos e boas costuras!

19 de dez de 2014

Ideia para o Natal - Enfeite de Crochê

Olá!

Depois da Ana mostrar para nós o anjo feltrado que ela fez para enfeitar a casa, vou contar de alguns enfeites que eu fiz há um tempinho e que estão agora na minha árvore de Natal.

Eu tenho a mesma árvore e os mesmos enfeites desde quando vim morar aqui na minha casa, há quase 8 anos. Os laços dourados com enfeites vermelhos foram estragando e hoje estão em menor número. Então tinha espaço vago para preencher com novos enfeites.

Quando eu estava fazendo as lembrancinhas para o batizado do Marco Antonio (post aqui) e sobrou bem pouca linha azul. Peguei aquele meu livro de quadrados de crochê que eu adoro (post aqui) e peguei um quadrado que começava com uma flor bem bonitinha. Fiz apenas a flor do centro, sem concluir o restante do quadrado, e adorei! A linha foi suficiente para fazer duas flores. Aí repeti com linha cru que tinha sobrado também e fiz mais duas.

O próximo passo foi deixar o crochê mais durinho usando termolina líquida (que eu também passei nos Divinos).



Por último, usei um barbante desses de algodão com duas cores para fazer a alcinha e já estavam prontos para ir para a árvore!



E lá na árvore deu uma textura tão bonita, ficou bem destacado! Quero fazer mais para o Natal que vem!



Adorei dar uma renovada nos enfeites, além de ter sido fácil de fazer e usando materiais que eu já tinha em casa!

Beijos!

18 de dez de 2014

35

 Meu presente para mim mesma, pronto e com etiqueta!

Pois é... Parecia que ia demorar, mas hoje eu estou completando 35 anos. Metade da década que eu prometi para mim mesma que seria melhor que as passadas. Sim, saber que agora falta pouco pros 40 às vezes me faz sentir meio velha.

Mas estou viva, estou bem e não é certo me lamentar por estar envelhecendo. O que eu quero é envelhecer dignamente, esperar os cabelos ficarem brancos de vez para encarar um look platinado natural, rs!

Eu resolvi repassar na minha mente como foram os últimos 5 anos para mostrar para mim mesma que, mesmo com algumas limitações (quem não tem?) e coisas que tive que deixar para trás, eu me tornei a pessoa que eu queria ser: eu mesma. Essa tem sido a minha maior missão nesse tempo e acabou também sendo o meu maior presente.

No final dos vinte, nada do shopping me servia ou me agradava. Tinha um cabelo loiro lindo, mas que não representava o que tinha dentro da minha cabeça. Faltava alguma coisa e eu levei um tempo para descobrir o que era e como fazer para mudar.

Na profissão eu já tinha desistido de trabalhar em empresa, já tinha desistido do "uniforme" da roupa social. Dando aulas eu precisei aprender a usar saltos mais baixos e roupas que fossem confortáveis para que eu passasse algumas horas em pé. Pela primeira vez o trabalho era algo realmente gratificante, mas depois de um tempo não deu mais certo.

Maquiagem era batom rosa meio sem graça e olhe lá. Ok, a pele era muito incrível e eu só fui comprar a minha primeira base aos 30 anos. Porque já tinha resolvido mudar.

Olhar no espelho e ver essa pessoa ruiva, de unha escura, maquiagem do bocão colorido, braços tatuados, usando roupas e sapatos que me agradam mais do que me fazem sentir na moda, me deixa bem feliz. Porque essa pessoa se parece realmente comigo. Eu já ouvi coisas como "eu preferia você loira"... Aí é que está, eu prefiro do jeito que eu estou e fico feliz por não ter passado vontade.

Aliás, talvez essa seja uma das minhas maiores conquistas na casa dos 30: não passar vontade. Eu pude tentar algumas coisas, algumas que entraram na minha vida de vez. Por conta disso, conheci mais gente que pensa e age igual a mim.

Minhas convicções foram se ajustando ao tempo, o que eu acredito ser sinal da maturidade. Mas manter os pés no chão e lembrar de como fui criada, dos valores que meus pais me transmitiram, faz toda a diferença agora.

Realizei alguns sonhos, como poder viajar para lugares que um dia só estavam na minha mente e em fotos que outras pessoas tinham tirado. Aprendemos aqui em casa a usar nosso dinheiro sabiamente para que isso fosse possível. A gente guarda para poder fazer o que mais gosta, que é viajar e ir a shows de música.

Aprendi a costurar aos 31 anos sem ter ideia de que isso iria mudar a minha vida. O que me faz concluir que sempre é tempo de mudar o rumo das coisas, que depois dos 30 é possível descobrir e fazer o que se ama. E a costura tem sido parte fundamental do que me define. É a persistência, a paciência, a busca pelo belo, as mãos e a cabeça trabalhando.

Enfim, esta década ainda tem mais 5 anos pela frente e eu espero que eles sejam tão bons quanto estes 5 primeiros. Dedico esta música para mim mesma (parafraseando o Arnaldo) e para quem mais esteja pensando nesse assunto de envelhecer.

"A coisa mais moderna que existe nesta vida é envelhecer"
(Envelhecer - Arnaldo Antunes)

Beijos!

15 de dez de 2014

Costuras da Semana!

Olá!

Nesta semana tenho muitas coisas "em progresso"! Eu consegui começar dois projetos que eu estava querendo muito: uma colcha de Parchwork com tecidos e instruções vindas comigo na mala lá de Berlin e também um vestido para o meu aniversário.

A parte do Patchwork da colcha (que eu colocarei no sofá da sala, para variar um pouco a decoração) eu consegui entender até que bem - está tudo em alemão - e saiu facilmente.

Em progresso, estou amando!

Só não terminei porque a ansiosa aqui não procurou saber antes de começar se tinha tecido para as bordas e para o forro... É lógico que eu não tinha, Rs!

Como eu não consegui ir comprar o tecido, ficou sem terminar, mas quero resolver isso nesta semana.

E sabe quem voltou a dar as caras por aqui, depois de muuuito tempo parada? A minha colcha de hexágonos! Estou retomando os hexágonos brancos, quem sabe agora eu não pego o embalo?

Minha colcha, eternamente em progresso, rs!

Dei uma quebrada na pausa de fazer roupas para fazer um vestido para o meu aniversário. Peguei um molde da Burda americana de julho/2014 (se minhas previsões estiverem certas, esse molde deve pintar na nossa Burda de janeiro) e um tecido Liberty do "estoque" e já está pronto para costurar.

Presente de aniversário em progresso!

É o melhor presente que eu posso dar a mim mesma, gostei da experiência do aniversário passado (post aqui) e resolvi repetir. Semana que vem quero mostrar pronto!

Nesta semana, encontrei com a querida Ana para aquele papo delicioso entre amigas e ganhei dois presentes muito especiais: um livro de moda (que já estou lendo) e um anjo feltrado que já está na minha árvore de Natal. Lembra do post da Ana sobre o anjo? Legal demais!

Leitura em progresso, hahaha!

Que amor de presente!

Para encerrar, aquela ida tradicional ao bazar Ó Gente, onde comprei tesouros vintage com as meninas do Superziper, alguns tecidos (como lidar com o fato que tinha tecido à venda no bazar? rs!), carimbos e presentinhos. Uma delícia, como sempre!

Por enquanto é isso! Bora correr com esses preparativos para as festividades (já deu para notar que as minhas começam uma semana antes, hehehehe)!

Beijos e boas costuras!

12 de dez de 2014

Curso "Alice no País das Bonecas" e uma boneca Rapunzel

Oi, gente!

Cá estou eu novamente para contar para vocês sobre mais um curso que fiz: "Alice no País das Bonecas", ministrado pela talentosa Kátia Callaça, do Estúdio Criativo (já fiz post sobre seus moldes de bonecas aqui).

Não sei se vocês já estão cansados de tanto curso da Eduk, mas eu estou viciada!

E, como vocês sabem, quando começo a bonecar... não paro mais! Ah! E infelizmente não ganho nada por isso; ao contrário, gasto com os cursos e materiais para fazer minhas bonecas... hehehehe! Mas tem sido tão bom que eu torço para que a Eduk traga mais e mais bonequeiras, pois eu me divirto!


Dessa vez, a Katia elaborou uma coleção de bonecos especialmente para o curso da Eduk, as personagens do clássico Alice no País das Maravilhas: Alice com um pequeno coelho branco como acessório, o gato Risonho, a Rainha de copas e o Chapeleiro Maluco.

Já a primeira vista me apaixonei pela trupe, mas pensei: vou assistir e anotar e assim não preciso comprar o curso. Mas confesso que ele foi tão bom e me trouxe dicas tão incríveis que já tinha comprado no segundo dia !

Bem, a Katia é ótima professora, super didática. Explica detalhadamente cada passo da confecção das bonecas e, além disso, mostra o "pulo do gato": aquele truquezinho que faz toda diferença na sua vida de bonequeira.

De cara ela ensinou a usar uma caneta especial para marcar tecido que é incrível, uma outra caneta para fazer os detalhes do rosto que também é ótima e não borra tudo como a famosa caneta para tecidos. Ensinou também um arremate super simples, mas super forte para unir as partes da boneca e também as roupinhas no corpo dela: o chamado ponto de segurança. Preciso dizer porque amei?

Na primeira aula ela fez a Alice, suas roupas, o coelhinho como seu acessório e o gato Risonho que, cá entre nós é impossível não se apaixonar! Na segunda aula ela fez a minha boneca preferida da trupe, a Rainha de Copas. Ela é tão maravilhosamente elaborada que, quando a Kátia mostra como é simples de fazer, você custa acreditar que seja capaz de dar um resultado tão incrível! E na última aula ela ensinou o Chapeleiro Maluco, igualmente rico em adornos e simples de fazer.

Ainda tem, uma aula bônus, onde ela ensina uma mini Frida que estou doida para fazer!

Bom, após a primeira exibição, o pessoal da Eduk leva um tempo para liberar o material complementar e os vídeos e, como eu não estava me aguentando para fazer uma boneca e aplicar as técnicas da Kátia, aproveitei o molde da Rapunzel, que havia comprado dela e mandei bala.



Confesso que foi infinitamente mais fácil de fazer do que a minha primeira Branca de Neve e o resultado foi muito, mas muuuito superior!

Fiquei bem feliz em conhecer mais do trabalho da Kátia, que é super talentosa, criativa e tem muita didática. Super recomendo!

Beijoca,
Ana

11 de dez de 2014

Look do dia - Sem estampas (rs)

Olá!

Continuando com os looks da viagem, esqueci de contar no post anterior que em quase todos os dias eu usei algo que eu fiz. Eu tenho feito isso toda vez que viajo e aproveito para testar umas combinações novas (ai se eu tivesse registrado direitinho os looks das viagens anteriores)...

Resolvendo a mala, sendo que eu combino as peças antes e anoto tudo para não levar roupa a mais, cismei que queria usar a saia vinho de malha com a minha camisa jeans clarinha. Lógico que em um outono quase inverno, precisaria de mais coisas: blusa, meia calça e botas. No caso deste dia em Montmartre, um casaco que aguentasse chuva também.

Foi só o tempo de acharmos esta pracinha, fizemos as fotos e já começou a garoar. Mas não tem problema, porque Montmartre é lindo mesmo assim.



Preciso admitir que fiquei quentinha e confortável nesse dia, mas achei que faltou alguma "emoção" na roupa, será que faltou uma estampinha básica, tão comum para mim?

Bom, vamos ao look!



Saia com babados: malha ponto roma comprada na Mediterrâneo (no Bom Retiro), molde Mabel (que eu modifiquei), do site Colette Patterns (EUA).
Camisa: Topshop
Blusa: Zara
Meia Calça Térmica: DIM (Paris)
Coturno: Prego

Gostou?
Acho que um dia eu repito a combinação da saia com a camisa, mas com um calçado mais fofo!

Beijos!

10 de dez de 2014

Ideia para o Natal - Anjo de Lã Feltrada

Olá!

Vai chegando o final do ano e, como todo ano, foi andando por aí que percebi que já estava na hora de usar meus enfeites de Natal.

Não sou muito ligada no tema, mas um enfeite bonito na porta e mais alguns toques pela casa, avisando que esse dia especial está chegando eu faço questão!

Foi justamente pensando nisso, e a partir das minhas influências atuais, que comecei buscar por motivos ou enfeites (tutoriais) que me agradassem. Encontrei no YouTube o curso de feltragem da Fernanda Neves e adorei! Era exatamente o que eu queria.


Enfeites simples e que combinam com nossos propósitos atuais: usar produtos naturais, evitar o consumo exacerbado, tentar traduzir para a minha filha o real significado da data, ou seja, o nascimento de Cristo e não uma corrida doida ao comércio para adquirir o máximo possível.

Eu comprei minhas lãs e fiz o anjo assim que chegou... super fácil, lindo e rápido! Vejam o resultado!



São 4 aulas (que pena! Fernanda, coloca mais vídeos, vamos amar!) onde a artesã ensina a técnica da feltragem com agulha, um anjo simples, um anão e uma fada e um anjo mais elaborado.

Espero que vocês gostem e, se produzirem peças com feltragem, escrevam contando, ok?

Beijoca,
Ana

9 de dez de 2014

Costuras da Semana!

Olá!

Desculpem pelo post não ter entrado no dia certo, mas eu acho que já estou entrando em clima de férias, rs! Acho incrível que eu esteja conseguindo desacelerar em pleno dezembro! 

Enfim, na semana passada não teve costura, mas teve curso, bazar e tatuagem nova!

Pois bem, eu tinha prometido para mim mesma que nestas férias eu não ia fazer nenhum curso ou oficina, porque quero dedicar um tempo extra para me exercitar mais, para costurar mais e para dar uma atenção ao meu quartinho, pois a arrumação dele está parada faz um tempinho.

Mas aí chegou um email da Eduk avisando do curso da Lu Gastal e eu não resisti! O tema era "Patch Criativo sem Segredos" e eu adorei!

Lu Gastal arrasando mais uma vez na EduK!

Sobre a tatto nova, eu já contei aqui, estou super feliz!


Na 6a feira eu visitei o Bazar As Meninas e adorei! Já comprei alguns presentes e também fiz compras pra mim, rs!

E tão legal quanto ir ao bazar é encontrar pessoas queridas (beijo, Ju Padilha, Pri, Eglair, Andrea e Francine!) e conhecer pessoas novas como a Bianca Rego (que pinta à mão e lindamente tecidos de algodão)!

Minhas compras foram uma tiara da Ju Padilha e uma Art Doll costureira linda da Eglair (a Madame Trapo):


Aproveitando o ventinho frio do final da semana passada, lá fui eu pro bazar estrear meu lenço que fiz há alguns dias, eu adorei a combinação!

Eu (de lenço novo, vestido listrado azul e branco da Maria Filó para a C&A que eu amo, casaquinho marinho e sapatilha cor de uva), Bianca Rego e Andrea Risério, muito queridas!

Clique da Ju Padilha para eu mostrar o lenço por aqui, rs!
E o braço, só a meleca... já estava na hora de limpar a tattoo, affee!!

Mas para a próxima semana vai ter costura para mostrar sim, pois comecei ontem um projeto - em alemão - de Patchwork e que deve ficar pronto logo!

Iniciando a missão de férias: costurar em alemão!

Por enquanto é isso!
Beijos e boas costuras!

5 de dez de 2014

Quando a paixão por costura vira tatuagem!

Olá!

Eu tenho algumas tatuagens, seis na verdade. E ontem, ao fazer minha 6a tatuagem, eu realizei um desejo antigo: ter um desenho sobre costura na pele. Para mim já era mais do que na hora ter algo do tipo.

De tempos em tempos eu saía em busca de ideias mas não chegava a uma que me deixasse louca para tatuar no mesmo momento. Até que um dia (já não lembro quanto tempo faz, acho que uns 3 meses) as meninas do Superziper publicaram uma foto no Instagram com uma ilustração antiga da Singer.

E veio o "estalo" que eu tanto esperava! Uma máquina de costura, com elementos de costura dentro! Perfeito! Mandei a imagem para a minha tatuadora mais que querida, a Nanda do Analogic Love, pedindo que ela fizesse a leitura dela.

Com os traços da Nanda, a maquininha com jeito de antiga (alô, minha Velhinha!) e algumas flores amarelas para adornar viraram a minha tatuagem. Eu amo a Nanda, como pessoa e como profissional, sempre que chego para tatuar eu gosto do desenho logo de cara. Uma delícia quando a gente encontra alguém assim, né?!

Aliás, a Nanda ocupa um espaço especial na minha vida, pois com ela eu fiz as minhas tatuagens mais importantes, aparecidas e com cor. Nas minhas duas primeiras, feitas com o Tino do Led's - também super bom tatuador, só que a minha vida e a minha cabeça eram outras e eu não me sentia segura o suficiente para sair com elas aparecendo.

Quando o momento desta mudança chegou, ele aconteceu com a pessoa mais certa possível; e por isso eu sou muito grata por tê-la encontrado!

Ficam aqui os cliques da tattoo nova, que eu não paro de olhar, pois já significa muito para mim!

Meu novo xodó!

  
Um braço e três tattoos da Nanda!

Em breve, quando passar a fase da cicatrização e do plástico filme no braço, os looks do dia vão passar a ter mais esta belezinha presente!

Beijos e bom final de semana!

___
Serviço:
Analogic Love - do casal querido Maria Fernanda e Arthur
Rua Augusta, 2633, loja 20
(11) 4119-7870
Facebook

4 de dez de 2014

Meu Ateliê - Organização de tecidos

Olá!

Tem tempo que eu conto aqui no blog que comecei uma arrumação profunda em meu quartinho de costura. Vai levar tempo para que eu possa mostrá-lo inteiro e pronto, mas uma etapa importante foi concluída há alguns dias: a organização dos meus tecidos.

Este assunto vai puxar mais alguns outros posts e acho que é legal mostrar no blog antes mesmo que meu ateliê fique pronto.

Depois que eu arrumei coragem para organizar todos os meus tecidos, o processo foi muito bacana. Então lá vai:

1. Definir onde os tecidos ficarão guardados
Eu já guardava os meus tecidos em caixas plásticas (todas iguais) numa prateleira da minha mesa de corte faz tempo, mas eles nunca estiveram realmente organizados.
A primeira parte foi definir quais tecidos iriam em cada caixa. Dividi em quatro caixas: algodão nacional, algodão importado, malhas, diversos. Têm mais outras quatro caixas que dividem espaço com elas: patchwork, ajustes e consertos, retalhos, revistas. As caixas de tecido também foram numeradas de 1 a 4.



2. Catalogar os tecidos
Comecei a abrir cada caixa e medir quanto eu tenho de cada tecido. É chato no começo, mas depois é só incorporar a rotina a cada tecido novo que chega e tudo ficará mais rápido.
Recortei um quadradinho de cada tecido e colei num cartão que contêm:

* Número da caixa
* Descrição do tecido
* Altura
* Largura
* Espaço para grampear o tecido



OBS: Aproveitei também este momento de catalogar tudo para listar as revistas que tenho na caixa e fiz uma planilha no Excel para saber o que está lá dentro.

3. Definir uma quantidade mínima
Se o tecido tem menos de meio metro e é de algodão, mandei para a caixa de Patchwork. Na caixa de retalhos, encontrei tecidos com mais de meio metro de altura, então eles foram para as caixas correspondentes.

4. Guardar os tecidos e cartões com amostras
Aproveitei esta revisão toda para tirar etiquetas (a cola pode manchar o tecido) e cortar fiapos daqueles compridos. Depois de medidos e catalogados, os tecidos estão em suas respectivas caixas e os cartões de cada caixa também são guardados juntos. Quando eu tenho um novo projeto de costura, recorro aos cartões e assim já defino o tecido para usar. No fim do projeto, se sobrar tecido, eu atualizo o cartão com a metragem atual.



Foi trabalhoso, mas agora está muito mais fácil costurar, fora que nenhum tecido fica esquecido!
Que tal? Animou para deixar seus tecidos organizados?

Beijos!

Poderá também gostar de:

Related Posts with Thumbnails