30 de jun de 2014

Costuras da Semana!

Olá!

A semana que passou foi meio curta para mim em termos costurísticos, pois neste momento estou beeeem longe da máquina de costura, curtindo a primeira parte das minhas férias (eeehhh! Aliás, passei de estágio no alemão, viva!).

Ainda assim, antes de "fechar a lojinha", eu consegui costurar um pouco. Corri para terminar o quimono de seda que já estava criando raízes de tanto tempo que estava parado (rs). Mais uma vez me dei conta que eu estava com preguiça de fazer alguns acertos para conseguir terminá-lo. Só que quando eu peguei para resolver, foi rapidinho!

 



Para mim não dá para costurar seda na correria, por isso ele não ficou pronto antes. Mas valeu a pena! Trouxe na minha mala e espero estrear logo para poder mostrar!

Na aula de Patchwork, continuei com as peças finais do kit de costura. Não estão prontas ainda, então na volta serão minha prioridade!

Este post está mais curto que o habitual mas a programação do blog segue normalmente, pois eu e a Ana já deixamos posts programados para os próximos dias!

Beijos e boas costuras!

26 de jun de 2014

Livro do Mês - Tilda - Ideias para a Primavera

Olá!

Eu comprei este livro da Tilda na época que eu fiz a minha primeira boneca (aqui), pois as instruções que vieram no kit da Panduro não foram muito esclarecedoras para mim, que nunca tinha feito algo do tipo.

Quando achei livros da Tilda em português, eu achei que seria uma boa ter pelo menos um, para dar uma assistência para fazer a boneca.

Acabei escolhendo o livro de Idéias para a primavera, porque além de projetos com a cara da estação, tem um projeto da Tilda Anjo da Costura (que eu fiz com a Ana), além de materiais fofos para usar no quartinho de costura ou mesmo para presentear, como aqueles kits de viagem.

"Tilda é a boneca de pano de silhueta alongada criada por Tonne Finnanger em 1999, que logo se tornou popular por seu charme e delicadeza. 
Nesta revista, aprenda a fazer a Tilda com duas vestimentas de primavera: um vestido simples com jaqueta (capa) e um vestido rodado. Aprenda também outros projetos simples de costura e ideias de papercraft com tecidos e enfeites. 
Faça guirlandas, objetos de decoração, brinquedos de tecido e acessórios de cozinha em lindos tons de rosa, branco, azul, verde e vermelho. Os designs exclusivos incluem lindas sacolas de presente, kits de costura, anjos encantadores, caixas de tecido e outras delicadezas. Este título inclui o simpático boneco Bug.
Contêm 11 projetos com moldes, além de itens decorativos em papel para enfeitar os projetos."
Na primeira vez que usei o livro, ele resolveu tudo o que eu queria, sobre a montagem (junto com algumas dicas da Lu Gastal. Beijo, Lu!) e sobre a decoração da boneca, já que a roupinha eu segui a instrução e o molde do kit. A parte que indica como fazer a montagem da boneca e a decoração dela, possui instruções muito boas e bem ilustradas!

Minha primeira Tilda, feita com Kit da Panduro com o auxílio do livro e da Lu Gastal por email.

Quando eu e a Ana resolvemos fazer um dos projetos do livro, primeiro que já tínhamos feito Tildas antes então foi bem fácil começar. Cada uma montou o corpinho separadamente e deixamos para fazer juntas a roupinha e a decoração.

A montagem da roupinha, seguindo o livro, eu achei um pouco confusa, provavelmente algum ajuste de texto passou batido na hora de traduzir o material. Para quem já costura roupas "em tamanho natural" deu para deduzir algumas partes com explicação confusa, então para quem nunca costurou e vai começar costurando bonecas, pode ser meio complicado. As dúvidas foram tiradas olhando as ilustrações de cada passo ou meio que imaginando o que estavam querendo dizer. No fim das contas deu tudo certo e as bonecas ficaram lindas!

Tilda Anjo de Costura, da Ana e minha, feitas com projeto do livro.

Isto posto, eu acho que para quem gosta das mocinhas compridas e dos cabelos cacheados, ter um livro destes pode ser uma boa sim! Quem sabe em outras edições o probleminha acima acaba sendo resolvido?

Beijos!

Serviço:
Livro: Tilda - Ideias para Primavera

Autora: Tone Finnanger (tradução de Sonia Bidutte)
Editora: Ambientes & Costumes

Ano: 2012
Site

25 de jun de 2014

Dica genial para adicionar margem de costura aos moldes!

Olá, pessoal!

Essa dica eu encontrei na internet e preciso dividir com vocês porque é muito simples e genial.

Quem costuma tirar moldes de livros, revistas ou mesmo aqueles comprados separados na internet, certamente já passou por isso: você ama o modelo, vai direto para a tabela de tamanhos e a animação acaba quando você descobre que seu número é um tiquinho maior (ou menor) que a maior (ou menor) numeração. "Putz... mas eu queria tanto aquele vestido... e por tão pouco não tem o meu tamanho."

Dá vontade de sair correndo e se matricular na primeira aula de modelagem que encontrar e passar a desenhar todos os modelos que você quer. Realmente essa seria a melhor opção mas nem sempre é possível. Só que com um pequeno truque a gente consegue aumentar ou diminuir um pouquinho os tamanhos maior ou menor da escala disponível.

Repare na “engenhoca” abaixo, ela é a solução dos seus problemas!



Basta você, habilmente, unir 2 ou 3 lápis com borrachinhas de escritório de modo que um fique ao lado do outro (se o elástico não funcionar, basta usar várias voltas de fita durex). Depois é só você riscar o molde com o primeiro lápis posicionado sobre as linhas originais dele e, em volta, o último lápis riscará o seu molde aumentado, observe:


Não é demais? Essa dica serve também para adicionar a margem de costura àqueles moldes (chatos!) que vem sem!

Eu já usei e foi muito prático... super aprovado!

Gostou? Testa e conta pra gente aqui nos comentários o que achou!

Beijoca!
Ana

24 de jun de 2014

Costuras da Semana!

Olá!

A semana passada foi mais curta por conta do feriadão. Por ter ficado um pouco mais em casa e também porque finalmente estou livre de todas as provas de alemão (viva!) eu consegui fazer um bom tanto de coisas!

Na aula de Patchwork, chegamos aos finalmentes para eu poder terminar a minha capa da máquina de costura. Ficou para fazer em casa a costura à mão do restante do viés, que eu fiz durante o jogo "xoxo" do Brasil com o México.

Torce e costura! 

O conjunto está ficando uma graça!

A capa que eu andava usando na Novinha acabou virando a capa da Encantada (a overloque, rs). Por aqui tudo se aproveita!

Ainda na aula, comecei a fazer as últimas peças do kit, que são feitas para pendurar e guardar itens de costura. Estou pensando ainda em como vou acomodá-las no meu quartinho, mas tudo bem, rs!

No feriado eu aproveitei para treinar mais um pouquinho o tricô (até agora só acertei fazer o ponto meia) e, depois de tentar um tanto, consegui fazer um quadradinho sem muitos defeitos, rs! Só que para mim já foi o suficiente para começar o meu cachecol, espero terminar ainda no inverno!

  
Primeiro tricô em ponto meia perto de ser decente, rs!


 E o cachecol está crescendo!

O quimono andou um pouco, estou nos acabamentos e agora acho que finalmente eu termino. Já a capa de lã continuou parada. Como a fila da costura está andando por aqui, logo menos eu chego nela!

Faz pouco tempo que comprei moldes de um site inglês de moldes fofos, o Tilly and the Buttons. Aproveitando essa onda de costurar malhas, o eleito para ser feito primeiro foi o top Coco. Fiz a versão da blusa com golinha sixties em uma malha vinho que comprei.

 Não é uma graça?

Minha blusa! Quero usar logo!

Detalhe da golinha fofa!

Era para a malha vinho virar outra pantalona, mas com a constatação recente da falta de boas partes de cima no meu armário, mudei os planos. Já que eu tinha tecido suficiente, cortei também uma saia de babados, juntando a idéia da saia de lã xadrez com a modelagem da saia lápis de malha (adoro essas transformações)!

Ideia e alturas da saia de lã + molde adaptado da saia lápis de malha...

 ... = saia com babados de malha!

As duas peças foram cortadas no final de uma tarde da semana passada e costuradas entre domingo e ontem. Rapidinho ficaram prontas! Assim que eu estrear cada uma, como sempre, posto fotos.

No jogo de ontem, voltei para os meus hexágonos. Não fiz muitos, mas foi melhor que não fazer nenhum! Saldo de hexágonos brancos até o momento: 43 (de 536).


Espero que a sua semana também tenha sido muito produtiva!
Beijos e boas costuras!

18 de jun de 2014

Minha máquina de costura - Brother CE-4000

Oi gente!

Nest post vou falar sobre a minha amada maquininha de costura, uma breve avaliação tentando mostrar para vocês os prós e contras deste equipamento, o que é sempre útil para as pessoas que ainda estão em dúvida quanto a qual equipamento comprar... vamos lá?

Minha máquina de costura – Brother CE – 4000

Comprei minha máquina em julho de 2010, portanto já já ela completará 4 anos aqui em casa. Na época da compra fiz uma pesquisa baseada apenas em marca e preço e o motivo é simples: eu não sabia quase nada sobre o assunto, a não ser de ouvir minha mãe e madrinha falar a respeito e porque eu pensava que, como seria algo para começar (não tinha certeza se gostaria, se iria continuar usando, etc.) não estava disposta a fazer um grande investimento.

Como as máquinas caseiras, no modelo mais simples são todas muito parecidas (nunca confirmei, mas creio que são todas feitas na China, do mesmo modo e pelos mesmos fabricantes e depois personalizadas e distribuídas pelas diferentes marcas), optei pelo modelo básico da Brother, que é uma marca conhecida na minha família. Comprei no revendedor autorizado aqui em São Paulo, o que acho uma vantagem porque você ganha uma aula grátis de manuseio do equipamento e alguns brindes (no meu caso preferi que fossem carretéis de linha).

Vou aproveitar os quesitos utilizados pela Katia na avaliação da máquina dela (aqui), para que vocês possam comparar os equipamentos.

Instalação:
- A instalação da máquina de costura não requer nada especial, apenas ligar na tomada e pronto! Aqui em casa, como a corrente elétrica oscila muito, a minha está permanentemente ligada em um estabilizador de corrente, mas não acho que seja sempre necessário.

Manuseio:
- Todo o manuseio da máquina eu praticamente aprendi lendo o manual da máquina que é muito bom, bem explicado e com esquemas ilustrando cada passo que você deve seguir para, por exemplo, passar a linha. Na minha máquina existe um passador de linha automático. No começo eu não entendia como funcionava esse mecanismo e tive um pouco de dificuldade até que resolvi prestar atenção e, uma vez entendido, não tive mais problemas com isso. A passagem de linha é indicada com números em cada ponto por onde ela deve passar, o que facilita bastante e o enchimento das bobinas (também indicado por um esquema desenhado na máquina) são igualmente simples.

- Minha máquina tem um painel eletrônico onde você seleciona os pontos, o tamanho desses pontos e em alguns casos (como bordados) a largura também aparece indicada. Todos esses parâmetros possuem botões de ajuste onde você pode aumentar e diminuir. No painel eletrônico você também encontra a indicação de qual calcador deve usar para o ponto selecionado, o que ajuda bastante; basta apenas selecionar o ponto e a máquina já diz qual pé calcador deve ser colocado. Além dessa parte eletrônica, ela tem um disco manual de ajuste da tensão do fio que varia de 1 a 9 e você ajusta simplesmente girando esses disco, como nas máquinas mais antigas.


- Como eu uso cones de linhas grandes, como a Katia, eu deixo em pé atrás da máquina e uso o pino apenas como apoio para a linha que passo pelos outros pontos indicados na máquina sem problemas.

- As bobinas ideais para usar nesse modelo de máquina são as altas de plástico. Vieram algumas junto com a máquina, mas eu comprei uma dúzia delas na 25 de março e recomendo, pois utilizamos muito e é bacana você ter uma para cada cor e mais que uma para cores muito utilizadas como branco e preto.

- Logo de início quebrei a agulha e consegui trocar facilmente com o auxílio do manual, que é bastante didático também para a troca dos pés calcadores e para qualquer modificação necessária como a utilização de um “guia”para o pé calcador que faz casas para botões ou o abaixamento dos “dentinhos” que fazem o tecido deslizar ao ser costurado, quando você quer fazer uma costura de quilt livre, por exemplo.

Acessórios:
- Eu tenho utilizado praticamente todos os acessórios que vieram com minha máquina. Desde bobinas, escovinhas de limpeza, pés calcadores etc. Todos são de fácil utilização e nunca tive problemas. A vendedora da loja me explicou que esse modelo possui uma espécie de “cera” que lubrifica a máquina, não sendo necessária a utilização de óleo em sua manutenção, portanto ela veio sem óleo e eu nunca utilizei óleo para lubrificar minha máquina.

Manutenção e problemas:

- Ano passado eu tive um problema com minha máquina e levei para o conserto em uma loja autorizada no bom Retiro. O problema era bastante simples: o plug que liga o pedal à maquina descolou uma argolinha de metal que o mantinha preso e, por isso, não conseguia mais mantê-lo plugado a máquina. Isso aconteceu não porque ela não seja resistente, mas porque a máquina sofreu um acidente e o tranco acabou soltando essa tal argolinha. Enviei para o conserto, a peça foi recolocada e a máquina voltou a funcionar sem problemas.

- Eu sempre tento dar uma limpeza geral na máquina, principalmente nos pontos onde se junta sujeira porque sei que isso prejudica bastante a costura (já falei sobre isso no post sobre as 4 dicas de ouro da costura, aqui).

Avaliação geral: 
De modo geral fiquei bastante satisfeita com minha máquina. Faz 4 anos que a uso e ela nunca apresentou algum problema (a historia do plug foi causada pelo acidente e não um defeito do equipamento). Uma das principais vantagens desse modelo é o peso: menos de 5 kilos! Isso foi uma super vantagem quando eu ia para o atelier aprender a costurar e podia levar minha máquina na mochila!!! Isso me permitiu aprender bastante sobre o equipamento e ir ganhando confiança, o que no começo é bem importante para que você consiga fazer seus projetos. Ao meu ver, a principal desvantagem dessa máquina é que ela não costura mais do que 3 camadas de tecido sem fazer um barulhão e muitas vezes não sair do lugar. Assim, não considero que ela seja muito resistente nem indicada para costuras mais pesadas. Tive bastante dificuldade quando resolvi fazer bolsas, projetos em que, alem das várias camadas de tecido, você ainda tem que costurar uma entretela pesada e algum material acolchoado como forrobel. Mas para costura de roupas, coisas para casa, bonecas e outros projetos com tecidos finos eu super recomendo!

Tem mais alguma dúvida? Comenta aqui no post e a gente conversa mais!

Beijoca,
Ana

16 de jun de 2014

Costuras da Semana!

Olá!

Pois é, a Copa começou e junho está sendo uma loucura. Eu tinha contado que não estava empolgada, mas na véspera do início, indo para a aula de alemão, eu vi turistas com a camisa da Croácia no metrô. Outras pessoas passavam com mapinhas do sistema de trens e metrô em mãos. Saindo da aula e dando uma volta pelo Conjunto Nacional (adivinha se eu não estava indo à livraria? Rs!), mais turistas, mais camisas de outros times, mais línguas diferentes e calçadas da Av. Paulista cheias de pessoas, mas tudo muito calmo. Aí caiu a ficha: "vai ter Copa sim e começa amanhã. E eu só quero que tudo dê certo."

A forma como a Copa foi concebida em nosso país foi muito torta e a gente tem que lembrar disso sempre (assim como dos outros problemas e promessas não cumpridas dos nossos governantes). Só que assim que passei a ver os turistas pela cidade, eu pensei como gosto de chegar num lugar novo e ser bem recebida e bem tratada. Também pensei em como é bom não ter problemas em uma viagem e poder aproveita-la ao máximo. É isso que eu desejo pra quem vai curtir a Copa. 

Vou assistir tudo de casa, costurando a minha colcha conforme eu tinha planejado. Não enfeitei a casa e o pessoal da minha rua também não se empolgou para enfeitar lá fora. Por mim, não tem problema, não me faz falta. Hoje eu enxergo que a Copa é um grande evento que tem sim seu valor. Eu espero apenas que tudo dê certo. Porque é muita gente visitando e muita gente trabalhando, inclusive os jogadores. Sim, eles são superestimados também, mas no fim das contas também são pessoas que estão apenas trabalhando, com suas metas a serem atingidas, como todo mundo que trabalhaE bola pra frente pra todo mundo.

Vai ter Copa sim, a primeira do Luke!

Isto posto, vamos pras costuras? 

Como tive a minha penúltima prova (contagem regressiva, só falta uma!), permaneci no mesmo ritmo. Em casa, retomei meu quimono. Resolvi descartar os bolsos, fiz uns ajustes e agora falta colocar o acabamento.

Aproveitei os últimos dias para fazer alguns consertos (junto sempre um tanto e faço tudo de uma vez) e também terminar a calça da minha prima (Fê, tá pronta!).

A capa de lã ficou parada pois, além da falta de tempo, fiquei alguns dias sem ter materiais necessários para continuar.

Na aula de Patchwork, continuei a montagem da capa da máquina. Preparei as laterais, que receberam um matelassê e agora estou juntando tudo. Também falta pouco!

Quase pronta!

Os trabalhos da colcha estão de volta, conforme eu tinha planejado. Ainda falta cerca de metade dos hexágonos de papel para terminar essa parte, mas já comecei a costurar alguns hexágonos brancos! Saldo de hexágonos brancos até o momento: 31 (de 536).

Ontem eu participei de um encontro de tricô promovido pelas meninas do Superziper, em comemoração ao Dia Mundial do Tricô. Eu quase não tirei fotos porque estava mega focada em tentar conseguir começar na técnica! As meninas do Superziper fizeram um post (aqui) muito legal e recheado de fotos!

#tricotakatiatricota

Por enquanto é isso! Espero que esta semana mais curta e muito movimentada renda muito!

Beijos e boas costuras!

13 de jun de 2014

Lojas de Tecido - Bom Retiro

Minha primeira pantalona de malha Ponto Roma, comprada na Mediterrâneo.

Olá!

Desde que comecei a costurar malhas (mesmo que seja há pouco tempo), o trajeto das minhas compras de tecidos teve que mudar um pouco e ficou dividido assim: tecidos planos eu compro na 25 de Março ou na rua Augusta; malhas eu compro no Bom Retiro.

Para quem não costura, a região é conhecida pelas lojas de roupas da rua José Paulino, por exemplo.
Como eu não conheço muito sobre malhas, o jeito é ir explicando para o vendedor o que eu pretendo fazer com o tecido e ir escolhendo através do tato as opções. Aliás, usar o tato para notar se o tecido agrada ou não vale para qualquer tipo de tecido, inclusive nas roupas compradas prontas.

Sempre que vou, a minha primeira parada é nas lojas da rua Três Rios. A minha loja favorita é a Mediterrâneo, onde comprei uma malha chamada Ponto Roma para fazer pantalonas. Lá comprei também Suplex (usado em roupas esportivas) para fazer uma calça de montaria que está na fila para ser feita. O atendimento é muito bom!

Mediterrâneo Tecidos
Rua Três Rios, 470
(11) 3337-7980 / (11) 3224-9049

Uma loja bem legal que vale a visita é a Padronagem Castelinho, na mesma calçada. Também tem muita variedade de tecidos.

Padronagem Castelinho
Rua Três Rios, 456
(11) 3569-8244
Site

Para quem precisa de materiais para lingerie, quase ao lado tem a Center Lingerie. Já comprei lá a helanca que usei para fazer o shorts que eu uso por baixo de saias e vestidos.

Center Lingerie
Rua Três Rios, 450
(11) 3361-2244

Tem uma outra loja, também na mesma calçada que eu não lembro o nome, só lembro que comprei renda com elastano para colocar na barra do shorts. Vou falar que o atendimento não é dos melhores, mas resolveram bem com o material que eu precisava. Numa próxima ida, eu coloco mais informações aqui.

Na rua da Graça, uma boa loja para quem precisa de ferramentas de costura é a Takara. Lá eu comprei giz daquele que apaga quando passa o ferro, alfinetes, carretilha, curvas e réguas muito boas.

Casa de Máquinas Takara
Rua da Graça, 490
(11) 3361-9500
Site (em manutenção)

E se precisar de ferragens de todos os tipos, a Altero é um ótimo lugar, que vende no varejo inclusive. Conheci nos tempos que pensei em trabalhar com acessórios e já comprei vários itens bem bonitos e bons.

Altero Design
Rua da Graça, 380
(11) 3224-9642
Site

Na KWS comprei aplicações bordadas com termocolante.

KWS Bordados
Rua da Graça, 500
(11) 3337-8486
Site

Se você estiver com um tempinho, vale a pena visitar os armarinhos da região, principalmente na rua Julio Conceição. Ali você pode encontrar bons aviamentos, diferentes dos que costumamos achar na 25 de Março, além de entretelas de malha e zíperes vendidos por metro!

Indusfios Aviamentos - comprei entretelas
Rua Julio Conceição, 343
(11) 2875-3467
Site

Stillo Aviamentos - vende zíper por metro, faz tingimentos
Rua Julio Conceição, 346
(11) 3224-8117 / (11) 3222-1520

Recomendo muito a ida para conhecer e também para procurar pelos materiais que contei no post! Todas as lojas são próximas umas das outras, vale a pena!

Beijos!

11 de jun de 2014

O primeiro projeto de costura da Julia

Olá pessoal!

Desde muito pequena acompanho minha mãe costurando e fazendo trabalhos manuais. Pensando que “fazer” é sempre o melhor exemplo, resolvi desenvolver o primeiro projeto de costura com a minha filhota. Isso mesmo, um projeto de costura aos 3 anos de idade.

Faz um bom tempo eu tinha achado um conjunto de bonecas no blog Handmade Charlotte para “costurar” (vocês vão ver, é quase bordar!) com a Julia e achei que chegou a hora! Logo cedo fui atrás de um papel bem grosso que aguentasse ser furado e aguentasse a passagem de agulha e linha.

Com o material em mãos, imprimi as bonecas e mãos a obra! Comecei perfurando os pontinhos conforme indicado, tarefa a qual a Julia não deu a menor atenção. Mas quando disse que ELA iria costurar os cabelos da boneca e dei a agulha com linha na mão dela, ela adorou!!! Vejam que resultado lindo!


Toda concentrada com a cor da linha escolhida na mão!


"Para de fazer foto mãe, vem me ajudar logo!"


E aí o trabalhinho finalizado: metade feito pela Julia, metade pela mamãe!


E o resultado final já pendurado no varalzinho do quarto dela, conforme ela pediu: ficou demais!!!

Semana passada fizemos dois dos quatro modelinhos disponibilizados pelo blog (veja todos aqui) e estamos ansiosas para fazer os outros dois.

E para quem, assim como eu, curtiu esse projetinho lindo, encontrei outras fofuras do mesmo tipo na internet para os próximos passos costurísticos com a pequena! É só clicar nas imagens abaixo para ir para os respectivos sites e downloads e se divertir!





Beijoca!
Ana

9 de jun de 2014

Costuras da Semana!

Olá!

Finalmente chegamos em junho! Este é um mês que eu adoro, o clima mais frio, festas juninas, aniversário do marido...

Pois bem, passada a minha apresentação individual em alemão (fiz sobre a Burda, rs), estou mais um tiquinho aliviada! Faltam "só" duas provinhas e aí estarei de férias!

Na aula de Patchwork, continuamos a montagem da capa da máquina, espero que na próxima aula eu termine para poder mostrar. Está ficando uma graça!

Nas aulas de costura (foram duas esta semana que passou), continuei com a minha capa de lã. Ela já está montada, mas faltam detalhes de acabamento que farei em casa, já que só terei aulas com a Lurdes de novo em julho (já pode ficar com saudade?). Por enquanto, para não ficar sem mostrar nada, aqui estão fotos da lã roxinha, já com o forro de cetim lilás!

Praticamente o mesmo trabalho de se fazer um casaco de frio, a capa está ficando linda!

Em casa eu não tive muito tempo para costurar, mas terminei a minha pantalona cinza. Aliás, fui com ela no dia da apresentação de alemão para fazer uma graça no final, dizendo que fui eu que fiz, usando um molde da revista, rs!

Pronta!

Olha o look do fim do dia, rs!

Essa semana eu terminei de cortar os hexágonos brancos de tecido para a colcha. Agora estou cortando os hexágonos de papel e formando os "sanduíches" para costurar. Cerca de metade dos hexágonos de papel que preciso já foram cortados. Com o início da Copa, vou começar a costurar!

No sábado eu visitei a exposição "Obsessão Infinita" da artista japonesa Yayoi Kusama. Adorei! Logo terá post por aqui!

 Fui temática, de bolinhas, teve uma instalação em que super me integrei, rs!

Lindo na foto e ainda mais pessoalmente!

Por enquanto é isso. Semana que vem mostro mais!

Beijos e boas costuras!

6 de jun de 2014

Exposição Gucci "Forever Now" - Eu fui!

Olá!

Eu acho linda a moda italiana, é muita beleza e detalhes para se encantar! No último domingo eu visitei a primeira exposição do Gucci Museo fora da Itália. "Forever Now" traz peças icônicas da marca, que fazem parte da história e de sua identidade.

Para quem gosta de acessórios, uma grande parede com modelos como a Jackie Bag (que ganhou esse nome por ter ficado famosa depois que Jackie Kennedy apareceu usando), outros modelos que mesmo sendo de décadas passadas permanecem atuais e também peças desenhadas com inspiração na equitação.

 
Jackie Bag vintage


 

A clássica Bamboo Bag, que ganhou esta alça em tempos de pós guerra, quando os materiais eram escassos, surge em vários materiais e cores, passando por couro, plástico, canvas e cânhamo.

Bamboo Bag, ambas vintage, a da direita feita com detalhes em plástico que imita madeira e a da direita com detalhes em cânhamo.

Bamboo Bag estampada (linda)!

Uma parte é reservada para as malas e bolsas de viagem, importantes para a construção da marca desde os anos 30.



 Bolsas e malas de viagem.

Os sapatos "loafers" nas versões masculina e feminina são outro clássico.


Mas tenho que dizer que, apaixonada por estampas e flores como eu sou, meu coração bateu mais forte pela estampa Flora, criada nos anos 60 para estampar um lenço que foi dado à Grace Kelly e depois reeditado em outras cores e também em uma das coleções mais recentes da Gucci. Foi inspiração também para criar um perfume com o mesmo nome.

Lenço de seda com a estampa Flora.




Lindos vestidos de seda com a estampa Flora! 

O vestuário de alta costura também é destaque, com peças originais usadas por celebridades, com muito uso de seda, brilhos, além lindos e delicados detalhes de modelagem.
 


Dá pra aumentar um pouco e mandar todos esses vestidos aqui pra casa? Rs!

Eu super bobeei por não ter tirado nenhuma foto, mas têm também trajes masculinos lindos, como um terno verde que o Robert Pattinson usou em um evento de lançamento de filme, entre outros.

Se você estiver com tempo, em uma sala ao lado é exibido um filme sobre a Gucci. Assisti só um pedacinho mas se desse assistiria todo!

E outra coisa legal: você pode fazer uma visita guiada. Eu fiz e foi muito legal!

Resumindo, em cada pedacinho da exposição você pode ver as tradições e ícones da marca e como elas são muito bem trabalhadas para que essa herança se mantenha atual. Acho que vale muito a pena a visita!

Para quem quiser ver mais do acervo do Gucci Museo, este link tem imagens lindas!

Beijos!
_________
Informações:

Local: Shopping JK Iguatemi – 3º andar
Horário de funcionamento:
De segunda à sábado das 12h às 22h
Aos domingos das 14h às 22h
De 29 de maio a 22 de junho de 2014

Entrada gratuita
Site da exposição (Shopping JK)
Site do Gucci Museo

Poderá também gostar de:

Related Posts with Thumbnails