27 de fev de 2015

Viagem com Costura - Berlin (de novo!)

Olá!

Mais uma vez eu demoro uma eternidade para conseguir falar aqui sobre um lugar que eu gosto demais: Berlin. Pois é, eu achava que não voltaria mais lá, porque digamos que agora eu tenho que ir "de propósito". E foi isso mesmo que eu fiz em julho do ano passado, depois de ir para Amsterdam (post aqui). Não sei explicar mais do que eu já disse antes (o primeiro post com todo o meu amor por  Berlin está aqui), só pode ser algum tipo de "imã" que me puxa para Berlin de tempos em tempos.

Eu e o marido estivemos lá só nós dois pela primeira vez, sendo a quarta vez na cidade. Por isso mesmo resolvemos refazer o turismo básico, além de ir em mais lugares novos, foi bem gostoso!

Ficamos no mesmo bairro das outras vezes: Prenzlauer Berg. A sensação de chegar lá parecia como chegar em casa, de tão bom e familiar que já é pra nós, o que também torna sofrida a hora de ir embora, mas esse é um outro assunto que eu nem vou entrar, rs!

Que saudades da Oderberger Straße!


Eu tinha levado meu cachecol para fazer na viagem e no nosso apartamento tinha uma varanda bem gostosinha!


Waffle amado!

Aliás, acho que só não sofremos tanto por ir embora de Amsterdam porque o destino seguinte era Berlin, lugar de tantas lembranças boas.

A cidade estava bem mais cheia do que das outras vezes em que estivemos, mas nada que tenha atrapalhado os passeios. Eu acho é muito legal que tenha mais gente visitando Berlin, sabe?

Enfim, chegamos bem tarde no sábado e corremos em lugares que conhecíamos para jantar e já começamos com um Kebab trash-delícia, rs!

No domingo, passeamos na feira de antiguidades e afins do Mauerpark, um clássico dos domingos. Compramos só um postal que me define (abaixo) e uma plaquinha que está na nossa cozinha. A novidade do dia era ver o karaokê ao ar livre que sempre tem no parque aos domingos, mas nunca tínhamos visto. Foi demais, super divertido!

Karaokê divertidíssimo!

  


Cada um faz o que quer e tá tudo bem!
Mais uma vez, cachorros (soltos) são sempre bem vindos!

 Na feira tinha uma barraca grande só de aviamentos e itens de armarinho. Legal, né?! 

 Nessa banca, totes artesanais com estampas muito legais! 


A plaquinha e o postal que vieram aqui para casa.

À noite encontramos amigos queridos para um hambúrguer caprichado no White Trash. Nós conhecíamos o White Trash antigo, mas gostamos muito do novo também!

No dia seguinte, subimos na Fernsehturm, um dos poucos passeios pagos que fizemos na cidade até hoje. A gente acaba vendo sempre a famosa torre de TV de Berlin pelo lado de fora (até porque você consegue vê-la de vários pontos da cidade). Eu adoro ver as cidades de pontos mais altos e valeu muito a pena! Lá em cima, além de contar sobre as regiões e fatos históricos da cidade, o ar condicionado estava bombando e tomamos um vinho branco geladinho, pois estava um mega calor!



 

Bem do ladinho da torre de TV tem a Galeria Kaufhoff, uma loja de departamentos bem legal. Fica tudo na região da Alexanderplatz, bem fácil de chegar. Já tinha circulado na loja das outras vezes, inclusive no andar de itens para casa e armarinhos, mas nunca tinha comprado nada. Como não tínhamos planejado muito a entrada na loja, fizemos o tour meio correndo, mas fiz ótimas compras:

Materiais para o meu primeiro par de alpargatas. 
Post com o calçado prontinho aqui.
 
Entretela para cós, com medida certa e marcas das dobras; puxador do zíper (marido precisava para repor em um casaco e em uma mochila, tinha de vários tipos, muito legal) e uma fita métrica nova.

Em mais um dia de viagem, comecei logo pela Idee Creativmarkt. Contei dela no outro post sobre Berlin, era o único lugar que eu conhecia na cidade para comprar tecidos. Como antes eu não me decepcionei, lá estava eu de volta!

O que é essa fachada?


Da Idee vieram estes lindos tecidos:


Viscose em preto e branco, virou o meu querido vestido Myrtle (post aqui); laise branca de algodão; seda mostarda.

Tecido bafônico de algodão com barrado de plumas e outros desenhos lindos. 
Eu tenho planos para ele desde que comprei, só estou esperando perder mais uns quilos para colocar em prática, rs!

Saindo de lá, toda feliz, continuamos a fazer nosso turismo básico. Fomos rever a East Side Gallery, que estava com algumas de suas pinturas meio detonadas (acho que por protesto, porque depois vi outras fotos onde parecia ter sido arrumada, mas não tenho certeza). O lugar é um marco na cidade por ter a maior parte do muro de Berlin conservada e que virou uma grande galeria de arte a céu acerto. Mas por conta da especulação imobiliária alguns imóveis estão sendo construídos às margens do rio Spree e com isso estão removendo alguns pedaços. Acho isso revoltante, mas é papo para outra hora...


Ó lá o predião rente ao muro!

Continuando o passeio, a pé mesmo, chegamos a Oberbaumbrücke, uma linda ponte dupla (metrô em cima, pedestres e carros embaixo) que liga duas antigas partes divididas de Berlin: Friedrichshain e Kreuzberg:

 

No fim da ponte, em Kreuzberg, perto do metrô Schlesisches Tor, paramos no Burgermeister. A lanchonete foi construída em um antigo banheiro público e serve um hamburger maravilhoso!



Não ficamos muito tempo por lá, mas aproveitamos para rever um grafite enorme d'Os Gêmeos ali pertinho!

  
Orgulho! 

Depois, voltamos à Berliner Dom. Que igreja maravilhosa!

 


Lá na loja de souvenirs da Berliner Dom, comprei um dedal de Berlin (sim, virou uma coleção, agora é oficial, rs):


Continuando o nosso trajeto, logo ao lado da igreja, um momento craft: passamos por um rapaz que estampava camisetas usando como carimbo uma tampa de bueiro (sim, e ficou muito bom!)






Confesso que me arrependi de não ter comprado...

Fomos andando pela Unter den Linden (só eu acho legal ter uma rua/avenida com o meu sobrenome? rs!) revendo todas as suas grandes e lindas construções até chegar no Brandenburger Tor, sempre lindo de ver também!



Depois de bater muita perna pela cidade, já de volta a Prenzlauer Berg, mais um momento craft (pena que a foto não tá muito boa): no parquinho da Kollwitzplatz, no lugar do cavalinho (daqueles com mola na base) tinha um novelo de lã e agulhas gigantes de madeira e uma corda serviam também de brinquedo.

Quero um parquinho craft desses no meu bairro!

No último dia, o tempo até fechou e estava garoando. Estava com cara de dia de ir embora mesmo, rs! Por não ter o dia inteiro para passear, resolvemos ficar por perto do apartamento. E foi uma ótima ideia!

Visitamos o Gedenkstätte Berliner Mauer, o memorial do muro de Berlin, que começa bem em frente ao Mauerpark e segue pela Bernauer Straße. Foi emocionante ver algumas das histórias retratadas neste que foi um dos trechos onde mais se tentava atravessar do lado oriental para o ocidental. Vale a visita!

 As barras de ferro representam o antigo muro e os blocos no gramado representam as rotas de fuga que foram feitas pelas pessoas que queriam passar. Em alguns pontos, tem fotos e áudio da época sobre o que aconteceu naquela parte do muro.

Depois fomos à Zionskirche, uma igreja que quase foi destruída na 2a Guerra Mundial. Lá dentro ainda mantêm partes não restauradas e foi reaberta ao público em 2002.

 Linda igreja e cheia de história!

Aí, para encerrar o passeio do melhor jeito possível, uma visita à Frau Tulpe, uma loja maravilhosa, com tecidos lindos, aviamentos e, na época, aulas de costura. Vi um tempo depois no blog da loja que não tinha mais aula por lá, mas a loja segue firme e forte!






 Muitos tecidos lindos, inclusive lindezas japonesas de algodão! 
Tá achando que só a gente é louca por um tecido importado? Os alemães também são!

 Não dá vontade de morar dentro da loja?

Gastei todo o meu alemão na loja (eu tenho uma cola específica para compra de tecidos em alemão, rs!) e trouxe para casa:

Malha de algodão orgânico que virou meu querido vestido Coco (post aqui).

Um rolinho de retalhos com instrução para montar uma manta em Patchwork. 
A manta foi costurada em dezembro e eu conto mais neste post
Já o tecido lindo de âncoras ainda espera ver a tesoura!

Até a sacola de TNT é caprichada!


Por último, compras na Liberty que mandei entregar no apartamento. Tem que aproveitar, né?!

Crepe de chine de seda com motivos mais geométricos do que florais.

Livro "Liberty: British Color Pattern" lindo demais! 
Quando eu terminar de ler (comecei mas não acabei até agora, rs) eu vou fazer post!


Ufa! O post está gigante, mas eu não consigo resumir uma viagem para um lugar tão especial!
Os endereços dos lugares (novos) citados no post estão aqui embaixo!

Beijos!
Katia
_______________
OBS: Os links estão todos em alemão, mas muitos dos sites tem a opção de mudar o idioma para o inglês (e alguns mudam para mais idiomas também).

Lojas de tecidos ou itens de costura:
Galeria Kaufhof

Alexanderplatz 9, 10178 Berlin, Alemanha
Site

idee. Creativmarkt Berlin
Im KaDeWe, Passauer Straße 1-3, 10789 Berlin, Alemanha
Site

Frau Tulpe
Veteranenstraße 19, 10119 Berlin, Alemanha
Site


Turismo:
Aluguel de apartamento para temporada:
Brilliant Apartments

Oderberger Straße 38, 10435 Berlin, Alemanha
Site
(O Café Krone, no térreo do prédio, é muito bom!)

Karaokê aos domingos no Mauerpark
Gleimstraße 55, 10437 Berlin, Alemanha
Facebook

Berliner Fernsehturm (torre de TV de Berlin)
Panoramastr. 1A, 10178 Berlin, Alemanha
Site

East Side Galery
Mühlenstraße, 10243 Berlin, Alemanha
Site

Burgermeister
Oberbaumstraße 8, 10997 Berlin, Alemanha
Site

Berliner Dom (Catedral de Berlin)
Am Lustgarten, 10178 Berlin, Alemanha
Site

Brandenburger Tor (Portão de Brandemburgo)
Pariser Platz, 10117 Berlin, Alemanha
Site

Kollwizplatz (onde tem o “parquinho craft”, mas tem muita coisa legal no entorno)
Kollwitzstraße, 10405 Berlin, Alemanha

Gedenkstätte Berliner Mauer (memorial do muro de Berlin)
Bernauer Straße 111, 13355 Berlin, Alemanha
Site

Zionskirche (igreja)
Griebenowstraße 16, 10119 Berlin, Alemanha
Site

25 de fev de 2015

Minha primeira boneca Waldorf

Oi gente, tudo bem?

Estão lembradas do post que fiz sobre o curso de bonecas Waldorf que fiz na Eduk?

Pois então, assim que fiz o curso fiquei doida pra fazer a boneca e comprei todo o material no Elo7.

Quando chegou pelo correio, dei uma namorada nos itens, mas tive medo de começar a boneca... ela exige uma elaboração toda especial e eu ainda não me sentia pronta para começar o trabalho. Mas finalmente tomei coragem e com muito amor comecei a tarefa.

Assisti novamente o curso enquanto fazia a boneca, acompanhando cada passo. O mais bacana na minha opinião é que essa boneca é repleta de significado, traz todo amor do artífice (no meu caso, da mãe) para a criança.

Confesso que tive várias dificuldades, principalmente na formação da cabeça, que não é simples e também em muitas costuras, todas feitas à mão (me furei horrores! Hehehehe), mas vale muuuuuito a pena!

Fiquei muito contente com o projeto terminado, parecia que minha infância tinha voltado e a boneca era para mim! Um sentimento delicioso de projeto terminado e ao mesmo tempo de todo amor e das energias boas que coloquei nele!

Eis o resultado:



Depois que terminei fiquei me segurando para não encher de detalhes, porque a boneca Waldorf deve ser assim, simples para que a criança tenha uma imensa gama de possibilidades.

Mas chegou o Natal e, como parte do presente para minha filhota, não aguentei e fui para a máquina fazer uma roupinha nova para esta boneca tão especial.

No final não fiz só uma, mas uma coleção completa com calcinha, bata, pijama, saia curta, saia longa, calça jeans e macacão... a vontade é não parar mais!



A Julia curtiu bastante e já fez várias encomendas: quer berço, travesseiro e coberta. Já estou me preparando para fazer o enxoval completo.

Mas antes disso preciso fazer sapatos, pois bolei e fiz alguns modelos que não me agradaram... estou bastante animada para descobrir uma botinha de feltro ou mesmo tentar me arriscar no crochê para fazer uns sapatinhos bem especiais!



Depois venho contar para vocês!

Beijocas,
Ana

24 de fev de 2015

Costuras da Semana!

Olá!

Semana passada não teve post de costuras da semana por dois motivos: o feriado do Carnaval e também porque eu e o marido conseguimos viajar por alguns dias. Foi ótimo desligar da correria que anda rolando por aqui, mas voltar para casa é sempre bom, né?!

Por ter passado uma semana fora eu não tenho muito o que mostrar, mas lá vai...

Refiz as minhas alpargatas listradas pois, quando estava quase terminando, eu notei que tinha costurado a parte de trás dos dois pés ao contrário... Que raivaaaaaa! O jeito foi desmanchar tudo e refazer!

Pronta!

Como faltei na aula de Patchwork que teve antes do Carnaval, tive lição de casa para fazer e por enquanto está assim o meu Flying Geese:

Em progresso!

A próxima coisa que quero fazer é retomar a minha calça de pijama. Eu queria muito ter terminado a tempo de levar na viagem, mas não deu. Não tem problema, logo terei oportunidade de usar!

Colocando estas costuras em dia eu não consegui mexer na colcha, mas logo eu volto a fazê-la também! 

Em breve mostrarei as compras da viagem por aqui (estou devendo muitos posts de viagem, acho que vou fazer todos de uma vez, rs).

Beijos e boas costuras!

Poderá também gostar de:

Related Posts with Thumbnails