10 de mai de 2013

Para minha mãe

Quem sempre lê o blog já deve ter notado como eu tenho a minha mãe como uma grande referência na minha vida, seja na hora de costurar ou em qualquer outro momento. Ela é uma grande amiga e companheira pra costurar, pra fofocar, pra não fazer nada, pra ganhar colo, pra tudo!

Como hoje é o último dia que eu posto antes do dia das mães, este post é para a minha mamãe Zulmira, que eu carrego no coração e no braço (junto com o meu pai) pra todo mundo ver.
Sei que, se um dia eu for mãe, quero fazer tudo como ela faz.

 
Minha tattoo favorita!

Dia desses peguei emprestado com ela o caderno de costuras que ela montou durante o curso de costura que ela fez em 1966. Ela foi categórica em dizer que o caderno não podia sair da minha casa, que não era pra eu ficar levando pra aula nem pra casa de ninguém. Eu entendo, pois é um registro que vale muito pra minha mãe. E hoje vale muito pra mim também.


Eu queria também a foto da formatura dela no curso de corte e costura, com aquele cabelão de colméia dos anos 60 e o uniforme da escola que era um vestido tipo jardineira muito lindo! Esta eu ainda não consegui, pois ela desconfiou que eu iria "pôr na internet" ou algo do tipo. Ela conhece a filha que ela tem, né?! rs!

Aqui alguns registros de algo que começou lá atrás com ela e que eu espero estar perpetuando à altura.

  


Base de vestido e suas variações: um dia eu chego lá!

Depois vinha toda uma parte de mangas, uma graça! O caderno tem de tudo um pouco, outras roupas "de senhora", de homem, infantil, tudo feito no maior capricho.

E esse maiôôô! Eu quero!

Namorando a capa, junto com ela, vi uma pontinha de papel saindo e perguntei se podia puxar (melhor perguntar antes, né?!). Encontrei uma régua com a escala que ela mesma fez para traçar tudo no caderno, mais capricho! Pois é, acredito que meu lado metódico tem total relação com a genética, rs!


E aqui, pra terminar, uma placa que comprei em Londres, no bairro de Camdem. Vai ficar no meu quartinho de costura e a frase não podia ser mais verdadeira!

"Minha nossa! Minha mãe estava certa sobre tudo!" E não é verdade?

Mãe, obrigada por tudo, sempre!
Da paciência em saber me acordar de um jeito que eu não iria surtar de mau humor, por esperar até altas horas acordada que eu chegasse em casa, por me fazer companhia e por cuidar de mim até hoje, mesmo sabendo que já sou adulta, com casa pra cuidar, marido e filhos-cachorros. Por continuar me ensinando tanto, sobre costura e sobre a vida!

Feliz dia das mães pra melhor mãe do mundo!

E beijos para você que está lendo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
Temporariamente, para uma manutenção do blog, a publicação de novos comentários está suspensa.
Em breve esta função estará reabilitada.
Neste período, peço entrar em contato através de nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/costurakatiacostura/
Retornaremos com o maior prazer!
Obrigada pela compreensão!
Beijos e boas costuras!
Katia e Ana

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Poderá também gostar de:

Related Posts with Thumbnails