20 de dez de 2016

37 anos

Olá!

No último domingo eu comemorei a chegada dos meus 37 anos. Pessoalmente, os 36 foram bons, mesmo tendo vivido este ciclo num ano tão estranho como 2016 (este que felizmente está chegando ao fim).

Aquela reflexão que as pessoas costumam fazer ao final do ano para mim costuma chegar um pouco antes, pois já me pego pensando um tempinho antes do meu aniversário. Acho que na verdade eu penso duplamente, rs! É pensar sobre o novo ciclo da minha vida e o novo ciclo determinado pelo calendário, já que são tão próximos, sabe?

Cheguei aos 37 anos com uma sensação controversa, pois muitas coisas boas me aconteceram ao passo que outras situações bem difíceis também. Mas de alguma forma, mesmo achando que não seria possível devido ao contexto dos dias atuais, tenho me sentido um tanto em paz.

Neste último ano, resolvi colocar o pé no freio. Fiquei muito tempo em casa, quietinha no meu canto. Aprendi a apreciar ainda mais o silêncio, aprendi a apreciar mais a minha própria companhia, aprendi a aceitar que almoços e cafés da tarde sucessivos estando sozinha não queriam dizer menos amor por parte de quem eu amo e de quem me ama também, só estamos vivendo em tempos diferentes.

Este foi um ano em que resolvi produzir menos e melhor. Priorizei utilizar os materiais que já tinha em casa para não acumular ainda mais coisas no ateliê. Resolvi colocar em prática algo que queria faz tempo, mas que demandava uma porção de mim que não estava disponível antes: a porção de publicitária. Fiquei bastante tempo no computador e menos tempo na máquina de costura. Aos 36 anos, depois de vários anos de formada e de alguns anos "fora do mercado", percebi que a publicitária nunca saiu de mim, mesmo que a costureira tenha se sobressaído nos últimos anos. A cada post do blog, está por trás a publicitária que ama escrever e que se encontrou nas costuras e nas manualidades. 

Enfim, chego aos 37 feliz, tranquila por algumas realizações e já ansiosa pelas próximas. Foi um ano de redescobertas e, por isso, muito intenso internamente, apesar de um certo silêncio exterior. Senti falta de comparecer aos inúmeros eventos e encontros craft que aconteceram ao longo do ano, mas o recolhimento valeu a pena.

Nem me cobrei tanto pelo meu auto-presente de aniversário, quase uma instituição desde que comecei a costurar. Ainda estou tricotando uma blusa, ou seja, não ficou pronta para o almoço em família do último domingo. E tudo bem, pois quando ficar pronta ficarei igualmente feliz em usá-la, independente da data.

 
Adivinha quem comprou tequila (inspirada por Grey's) e muitos limões pro aniversário, esqueceu e ficou só na cerveja?! Rs!


 
Aniversário com a família, com bolo, velinha e brigadeiro. 
Preciso de mais nada! 
(Foto da minha querida prima Fernanda!)

A blusa está sendo feita enquanto faço uma maratona de Grey's Anatomy na Netflix, minha série preferida da vida. Já chorei um monte, já ri, já pensei na vida, tudo isso enquanto tricoto. Deixei a ansiedade de ter que acompanhar todos os lançamentos na TV ou na Netflix e me rendi ao prazer de tricotar enquanto vários episódios antigos da minha série mais querida passam na tela. Vi que fazia parte do meu recolhimento, da minha ansiedade sendo controlada.

Minha companhia craft nos últimos tempos, junto com Grey's Anatomy. 
Falta pouco agora, mas ficará pronta no seu devido tempo.

Por isso que, ao passo que a blusa cresce e as temporadas seguem, estou meio ausente das redes sociais. Descobri recentemente que existe um negócio que chama Fear Of Missing Out  (FOMO, ou medo de ficar "por fora") e que eu vivi isso por um tempo.

Quando eu decidi não ficar no Snapchat ou no Instagram Stories durante as férias em novembro, tanto para postar quanto para assistir, não senti tanta falta. Tudo de lindo que vi foi registrado pela minha câmera e pouca coisa pelo celular. Quando voltei para a casa, permaneci acessando menos e, adivinha, não fiquei mal. Precisava de uma pausa na vida rotineira para perceber isso. Já o olho no olho tem sido especialmente importante! Tantos bons encontros têm acontecido ultimamente e eu nem lembrei de pegar o celular para fazer uma selfie, rs! Mas aos poucos vou retomar a vida digital nas redes que eu realmente gosto de estar presente, tá?!

Enfim, chego aos 37 renovada e eu acho que estava realmente precisando disso! As minhas resoluções para 2017 estão diretamente ligadas ao meu momento pessoal e o resultado eu vou mostrando por aqui, pode deixar!


"Slow down, you crazy child
Take the phone off the hook and disappear for a while
It's all right you can afford to lose a day or two"

Dedico esta linda música para você que está aqui comemorando comigo! (Letra e tradução aqui).


Beijos e obrigada pela companhia!
Katia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá!
Temporariamente, para uma manutenção do blog, a publicação de novos comentários está suspensa.
Em breve esta função estará reabilitada.
Neste período, peço entrar em contato através de nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/costurakatiacostura/
Retornaremos com o maior prazer!
Obrigada pela compreensão!
Beijos e boas costuras!
Katia e Ana

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Poderá também gostar de:

Related Posts with Thumbnails