9 de jan de 2014

Ferramentas para Costura - Ferro de passar

Faz tempo que eu não faço post sobre ferramentas de costura, né?!
Eu já fiz sobre tesouras e alfinetes, lembra?

Agora é a vez de tratar do ferro de passar. Porque não dá para costurar tecido amarrotado ou com marcas de dobras. O trabalho finalizado fica realmente bem acabado depois de uma última passada a ferro. O ferro também é imprescindível para abrir costuras, vincar o tecido, colar entretelas ou mantas resinadas como a R1 e R2.



Aqui em casa eu tenho dois ferros de passar, iguaizinhos, da Arno. É que, quando chega no dia da semana em que a secretária do lar vai passar as roupas e eu estou costurando, eu ficava pedindo o ferro emprestado o tempo todo, atrapalhando o serviço dela, rs! Fora que, se um deles queimar, tem outro para recorrer, sabe?

Quando o primeiro deles queimou, eu levei para arrumar e o técnico me deu algumas dicas para fazer durar mais, principalmente sobre como ligar, desligar e sobre o uso de água no ferro. Outras dicas eu aprendi nas aulas de costura, com a minha mãe e com a minha secretária do lar. São coisas muito simples, mas que às vezes a gente deixa de lado.

Lá vai:
- Colocar o ferro na tomada e aí usar o seletor para ligar o ferro, sempre nessa ordem.
- Quando ligar, deixar o seletor no tecido indicado. Os tecidos podem precisar de mais ou de menos calor, assim como precisam usar ou não o vapor.
- Não comece a passar enquanto a luz indicativa de que está esquentando não apagar.
- Se for usar vapor, só coloque a água quando a luz apagar também.
- Quando estiver com água, o ferro deve ficar sempre em pé. Os meus ferros quando deixados na horizontal acabam soltando vapor o tempo todo, como se estivessem realmente em uso.
- Para passar as roupas, comece pelos tecidos que precisam de menos calor, como a seda, depois você vai aumentando a temperatura até chegar nos tecidos de algodão, de linho ou jeans.
- Alguns tecidos precisam ser passados pelo avesso para não "brilhar" no direito (como a microfibra) ou mesmo para não modificar sua textura (como o veludo).
- Alguns tecidos precisam ser passados com um tecido molhado entre ele e o ferro, como o crepe. Neste caso deixe separado um pano de prato ou um pedaço de algodão cru que não seja grosso. Molhe o tecido e torça bem para tirar o excesso de água. Coloque o tecido molhado sobre a peça e use o ferro sobre ele. Repita a operação de molhar e torcer o tecido sempre que este ficar seco.
- Quando terminar de passar, retire a água que sobrou no ferro. Aí sim desligue no seletor e depois retire da tomada. Essas últimas dicas fazem com que não haja oxidação dentro do ferro (que pode depois ir parar nas peças junto com o vapor, manchando a roupa) e que ele não queime facilmente.

Aqui em casa a gente só usa "facilitador para passar roupas" quando necessário, principalmente nas roupas de algodão que amarrotam (aqui são muitas, rs), mas não compramos no supermercado. Você pode fazer uma mistura caseira de amaciante de roupas, álcool líquido e água e colocar num borrifador, nunca dentro do ferro de passar.

Eu também gosto muito de usar água perfumada para roupas, para deixar um cheirinho gostoso nas cortinas, na roupa de cama e nas minhas costuras. A minha favortita é a Provence, da Avatim. Esse tipo de produto pode ser usado antes ou depois de passar, geralmente em tecidos de algodão.

Outra coisa fundamental é observar nas etiquetas das roupas as instruções de como lavar e passar, pois alguns tecidos não podem ser passados ou precisam de temperatura mais baixa.

 
Este símbolo indica que a peça pode ser passada, com o calor conforme indicado.
 Neste caso, com um quadradinho dentro, a temperatura deve ser baixa.

Este símbolo indica que a peça não pode ser passada a ferro.

Muitos tecidos comprados por metro têm essas instruções na ourela ou a loja cola uma etiqueta no tecido na hora da compra, vale a pena ver antes de começar a usar o tecido.

Se você quiser conhecer todos aqueles símbolos de cuidados para lavar e passar, o Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo) tem um PDF curtinho e explicativo sobre o conteúdo obrigatório das etiquetas.

Com esses cuidados, o ferro vai te acompanhar por muito tempo e o resultado nas roupas e nas costuras vai ser ainda melhor!

Espero que seja útil para você!
Beijos!

2 comentários:

  1. Oi, Katia! Não consegui comentar a postagem que queria - Colcha de Retalhos, o filme - então vim aqui mesmo, espero que não te importes, Eu não costuro NADA, mas adoro material de costura e ler a respeito, sei lá, deve ser um talento de outra encarnação que fica me puxando... rs Estava procurando uma imagem desse filme (que adorei assistir) e caí aqui no teu blog, gostei muito dele e de ti, então quis deixar elogios, porque acho muita falta de educação e gentileza olhar o blog das pessoas e não escrever uma linha que seja! Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vera!
      Obrigada pela visita e por seu comentário!
      Eu amo esse filme e fico feliz que ele te trouxe até aqui!
      Muito obrigada pela gentileza, fiquei muito feliz!
      Beijos!

      Excluir

Olá!
Temporariamente, para uma manutenção do blog, a publicação de novos comentários está suspensa.
Em breve esta função estará reabilitada.
Neste período, peço entrar em contato através de nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/costurakatiacostura/
Retornaremos com o maior prazer!
Obrigada pela compreensão!
Beijos e boas costuras!
Katia e Ana

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Poderá também gostar de:

Related Posts with Thumbnails